quinta-feira, 27 de julho de 2017

Direita sem Messias: monarquia é um exemplo da falta de reflexão

A monarquia é um sistema simples de governo que tenta imitar a família.
O rei seria o pai, a rainha a mãe e os súditos os filhos.
O grande fato é que a primeira autoridade que conhecemos é a do pai e da mãe e os pais cumprem o dever de proteger e alimentar as crianças.
Importante que este formato natural é bastante eficaz para um grupo reduzido, por exemplo: o casal de gambás e sua ninhada. Toda uma nação ser governada por uma família é um desperdício e a origem de todos os vícios que conhecemos da concentração de poder: os meus filhos e parentes são mais merecedores do que os demais.
Uma família diferente que a do rei ao discordar ou sofrerá calada ou lutará para destroná-lo ou a ela procurará se integrar e muitos talentos se perder apenas por estarem sujeitos à Agenda de guerras e intrigas.
Definitivamente, uma nação não é uma ninhada de gambás.
Uma nação, embora unida por fatos e memórias comuns, é diversificada em recursos e especialistas na tradição e descoberta da melhor maneira de fazer uso destes recursos.
O sistema de governo precisa aproveitar a flexibilidade de Agenda conforme apareçam os desafios e/ou oportunidades, portanto, a função de governar deve ser exercitada por todos os grupos existentes dentro da nação.
No mais, acreditar que uma família estará mais preparada que as demais só porque frequentou as escolas gerenciadas pelos bispos é uma imensa ingenuidade.
É vital praticarmos a República , até mesmo em âmbito familiar. Claro que o pai e mãe não deixarão de ser pai e mãe, mas existem outras funções nas quais a autoridade pode ser praticada pelos filhos conforme a aptidão de cada um, mas isso é pouco experimentado porque os filhos assumiam desde muito cedo a titularidade da própria família e aos sobressaltos repetindo o modus operandi irrefletido que os país aprenderam com os avós.
República é um governo mais sofisticado que a mera consulta democrática, República é o exercício da autoridade por qualquer indivíduo disposto a exercê-la ao ser merecedor da confiança de seus pares.
República é a prática da oportunidade !

Por uma Direita sem Messias

Nenhum comentário: