quarta-feira, 21 de junho de 2017

Direita sem Messias: a presa e a pressa

Tudo fica mais fácil se você compreender que você é a presa mesmo que haja oportunidade para exercitar seus instintos de caçador !
Lembre-se: a armadilha é atrativa com uma isca !
Neste ambiente de caçada viver pode ser resumido em adiar o inevitável. Você será capturado e o brinquedo torna-se mais caro quando promete um maior desafio.
Praticando a sequência de conclusões você pode estar se auto-classificando entre um voto caro ou barato, mas eu proponho que você passe a considerar a possibilidade de ser um voto raro cujo o resultado de suas escolhas seja inestimável.
Barata é a presa do pastor pachorrento, resmungão e sempre ao alcance do cutelo sedentário e cara é a presa do atleta colecionador de trofeus, mas a presa rara é aquela que estabelece as regras da caçada.
Com os elementos básicos de perseguição e fuga você torna aflita ou dispendiosa a vida do sedentário ao lhe impor movimento e a do atleta ao lhe impor tédio.
Portanto, ofereça pressa ao lento e facilite a presa ao veloz !
Considere que tudo está em movimento e que o repouso é apenas um movimento interrompido por outro movimento fora da sua percepção.
Compreendendo isso é tranquilo observar que o resultado de uma eleição é mais o produto de um funil que de uma peneira, isto é, o critério de seleção depende mais da precipitação do alvo em movimento do que da iniciativa do selecionador.
É mais proveitoso definir o funil do que bater peneira !
Por isso, preocupar-se com quem será o próximo presidente da República, Governador ou Prefeito é o maior desperdício da sua inteligência.
É óbvio que qualquer um dos presidenciáveis está comprometido em corresponder a Agenda do instrumento que permitiu a sua candidatura.
A competição entre eles não existe pois eles passam pelo funil a que estão acostumados !
A única competição possível é dentro do Poder Legislativo, que em âmbito nacional são, no mínimo, 27 Unidades Federativas disputando a chave do cofre da União.
Para o eleitor o chefe do executivo sempre foi indiferente porque ele não passa de um espasmo da mentalidade monárquica feudalizante cultivada pelo catolicismo pachorrento e anacrônico.
Um Poder Legislativo dinâmico revela todo o reumatismo monárquico !
Se com o 3º impeachment presidencial no horizonte você não assimilar esse fato não é para você que escrevo !
Ao impor movimento ao pachorrento Executivo com a depuração do Legislativo seu voto adquire uma dimensão restauradora, mas você pode ser revolucionário ao asfixiar o Senado de tédio !
Rejeite, sempre rejeite no Senado candidatos de partidos que lançam vice-presidente da República e vice-governador pelo seu Estado.
A razão é muito simples !
O senador possui 8 anos de mandato e ao eleger um senador de um partido que lança vice-qualquer-coisa você estará patrocinando os covardes que chantagearão o atual e o próximo chefe do Executivo da União e dos Estados.
Sem o expediente da chantagem à vista os senadores perderão a utilidade para os partidos que lhe ofereceram a candidatura.
Em 2018 teremos a janela mais perigosa que é a recomposição de 2/3 do Senado. isto é, 2 senadores eleitos por estado !
Isto significa que os piores candidatos podem ser eleitos com a metade dos votos !
Renan Calheiros, Aécio Neves, Zezé Perrella, Marta Suplicy , Aluísio Nunes são alguns notáveis oportunistas da janela da recomposição dos 2/3 do Senado !
Então, se você está preocupado com o presidente da República em 2018 ou desprezará a eleição com sua abstenção e voto nulo, considere que 2018 e todas as eleições de recomposição de 2/3 do Senado é a eleição mais importante para você se defender de todas as mazelas que assolam o Brasil.
Os suplentes de senadores são uma perversão à parte a serviço dos predadores de sempre !
Apresente seu voto raro porque proteger a soberania do Brasil é a maior garantia de que você prolongará com dignidade os seus dias.

Por uma Direita sem Messias !


Nenhum comentário: