sexta-feira, 23 de junho de 2017

Direita sem Messias: ovos estragados, omelete estragada...cuide do Senado

Exercitando o voto de 2018 desde já (junho de 2017) !
Nunca é cedo demais...aliás, as consequências de 2018 serão eternas !
Com este cuidado podemos aliviar os descuidos dos eleitores do passado.
Em 2018 é a janela de recomposição de 2/3 do Senado e o Senado é o Poder mais importante da União !
Por que afirmo isso ? Porque um mandato de 8 anos merece ser outorgado a alguém melhor que Marta Suplicy ou Aloysio Nunes e seus suplentes. Marta eleita pelo PT e convidada para ser Ministra da Cultura e deixou a cadeira do Senado para seu suplente do PR (partido dirigido por Valdemar Costa Neto) e Aloysio Nunes e convidado para ser Ministro das Relações Exteriores deixou a cadeira do Senado para o seu suplente do PMDB (partido dirigido por Michel Temer).
Percebe o nó do rabicó ? O vice-presidente eleito pelo PT era o dirigente nacional do PMDB que elegeu o suplente de senador pelo PSDB, então, partido não só concorrente mas também divergente !
A janela eleitoral de recomposição de 2/3 do Senado é a mais perigosa porque cada suplente é eleito à reboque por um senador eleito com a metade dos votos na oportunidade de cada Unidade Federativa ocupar 2 vagas.
Digo a metade como observação mínima pois, na prática, com a fragmentação partidária e com o dobro de candidaturas os votos nominais são bem menores.
Com ovos estragados jamais teremos o omelete que desejamos, portanto, como não fomos educados a participar dos partidos, não selecionaremos ovos de qualidade tão cedo.
O que fazer ?
Vamos lá !
O primeiro cuidado é o de não matar a galinha !
Da galinha (eleição) sairá bons ovos (candidatos) se mudarmos o granjeiro.
É o granjeiro que deve ser substituído e somos induzidos tanto pela mídia quanto pela escola a matar a galinha por conta dos ovos podres !
Votar sempre será o melhor remédio e se não pudermos evitar que os ovos estragados sejam servidos podemos recusar a comê-los e interditar o restaurante
Interditando o restaurante:
  1. rejeite candidatos ao Senado de partidos que lançam vice-presidente da República ou vice-governador de seu Estado.
Este critério, por si só, é altamente saneador porque desmantela o prestígio dos vices e as siglas serão obrigadas a evitarem se esconder nas próximas eleições para o Executivo.
2. rejeite partidos que lançam suplentes de senadores ao escolher seu candidato para deputado federal e estadual.
Este critério é importantíssimo porque quanto mais deputados federais o partido eleger maior é o fundo partidário que ele recebe.
Percebendo o baixo desempenho eleitoral e recebendo menos recursos do fundo as siglas procurarão evitar enganar o eleitor com a suplência ao Senado.
(Só por curiosidade pesquise os suplentes do Aécio Neves...)
A nova composição ainda não será a que desejamos mas estará mais longe da que sempre rejeitamos e nos prejudicou.
Aprenda uma coisa: o que tem a aparência de repouso é um movimento interrompido por outro movimento !
Por isso, vote !
Ovos estragados ainda terão alguma utilidade se os colocarmos na horta e horta é o que devemos fazer para não dependermos dos donos das granjas (partidos).
Por uma Direita sem Messias

Nenhum comentário: