sábado, 27 de maio de 2017

Evangelho: manual do impossível

“Tenha a fé do tamanho de uma semente de mostarda e nada lhe será impossível” é a promessa anunciada em Mateus 17:20.
O grande realizador Salomão já afirmava que não há nada de novo debaixo do sol...
Adotando as duas frases como verdadeiras podemos considerar que as limitações são artificiais.
Realizar depende dos meios disponíveis e estarão cada vez mais disponíveis quando percebidos e quando percebidos darão resultados se utilizados.
A sorte de resultados é distribuídas nestas etapas:
1) há os que realizam
2) há os que percebem os meios, mas são desmotivados a usá-los
3) há os que utilizam os meios, muitas vezes, para impedir a realização.
Somos tentados a pensar que tudo seria mais fácil se não houvesse divergências e dedicaríamos menos energia se não houvesse concorrências,no entanto, é necessário compreender que se não houvesse divergências ou concorrências já teríamos esgotado os recursos finitos que herdamos do Criador.
A facilidade contém o germe do desperdício e o desperdício é fruto da confusão.
Entre o possível e o impossível existe apenas o abismo do método, isto é, da mente como um instrumento.
A mente é um instrumento extraordinário apenas se o coração permitir, porque tudo o que realizarmos abençoará nossos inimigos.
Somos todos Jonas...
Você realizará se perceber os meios disponíveis e os utilizará se esperar deles algum resultado.
Nosso Jonas interior, ciente dos bons resultados, lamenta que os nossos inimigos sejam abençoados com nossos esforços...
Ainda bem que a graça de Deus é infinita !
Vejamos:
Peça e lhe será dado...
isto é, deseja algum resultado ?
Procure e encontrará...
isto é, selecione ferramentas !
Bata e a porta se abrirá...
isto é, as oportunidades estão esperando por você !
Se é tão simples por que sempre ficamos confusos ?
Porque somos todos Jonas e desejamos mais o naufrágio que a redenção de Nínive.
Existe miséria maior do que esta ?
Quando o rancor não for mais a nossa prioridade a confusão deixará de existir.
...
Liberdade é algo além das necessidades.
Sobre nossas necessidades o Criador seria menos generoso conosco do que é com os pássaros ou com os lírios do campo ?
A decisão é nossa e é essa a hora da verdade, quando estamos diante do livre arbítrio: ou você fica aquém do Mar Vermelho ou você desafia o deserto para ultrapassar o Rio Jordão.

Nenhum comentário: