quarta-feira, 19 de abril de 2017

Do messianismo utópico ao Evangelho específico

É grande a lista de Messias antes e depois do Evangelho !
Messias é uma expressão hebraica que significa “ungido” e os judeus criaram a expectativa do retorno do herdeiro do trono do Rei David para libertar os oprimidos e reconstruir a nação de Israel.
Os judeus não consideram que o Jesus descrito nos Evangelhos seja o Messias esperado.
O que fazer ? Raro encontrar 2 judeus que concordem em alguma coisa !
O hebreu é por natureza contestador porque pela contemplação de um Deus invísivel e o zelo para evitar a idolatria foi desenvolvido nas pessoas mais sensíveis o pensamento abstrato.
O hebreu é bastante racional e intelectualizado e Tomé Dídimo, um dos 12 apóstolos, é o exemplar mais famoso de ceticismo na tradição cristã.
Jesus ficou aborrecido com Tomé Dídimo ?
Não !
Simplesmente encorajou o discípulo a tocar Suas feridas e o consolou com a triste constatação: Bem-aventurados os que não viram e creram ! João 20
Incentivar a fé é diferente de rejeitar a razão, aliás, o projeto é ser inofensivo como a pomba (fé) e astuto como a serpente (razão). Afinal, estarão as ovelhas entre os lobos. Mateus 10
Também fé é diferente de ingenuidade ! Fé, isto é, pistis, como é explicada no livro a República de Platão é uma etapa do conhecimento. Fé é transitar da aparência para a essência do assunto observado.
Conhecer grego, para melhor, compreender as palavras usadas no Evangelho é muito gratificante porque Evangelho em grego significa Boa Nova e quando lembramos do Eclesiastes evidencia-se um desafio à máxima de Salomão “não há nada de novo debaixo do sol”.
O ceticismo de Tomé Dídimo e o enfado de Salomão por se dedicar intensamente à ciência são aflições de espírito. Por isso, o jugo suave e fardo leve de Jesus ao dispensar a frieza das erudições em detrimento do calor da beatitude. Eclesiastes 1
Toda utopia (não-lugar) resvala no escárnio dos pretensos racionalistas !
O Reino dos Ceus como um lugar não terrestre sempre despertou a desconfiança, mas o Reino dos Ceus , mediante a disciplina e resolução das pessoas compromissadas com um projeto, se realiza passo a passo numa revolução permanente em consolidar a liberdade e a justiça.
A zoé (vida no sentido pleno) em abundância resulta da organização da sociedade sem rancores com habilidade de saciar o povo (incluindo os inimigos) com um abastecimento digno.
O que há de novo na Boa Nova ?
Há um salto de perspectiva diante da verdade mais conhecida e mais antiga: somos feitos à imagem e semelhança do Criador e, por isso, nada nos será impossível !
Fiat Lux !
A Boa Nova é uma resposta ao querido Salomão, o maior entre os sábios, que com todo o esplendor de sua glória não chegou a se vestir como um lírio do campo.
Vigiar, orar e jejuar são as práticas que Jesus, o caminho, a verdade e a vida, procurou nos inspirar !
Cultivar a inteligência é manter a sua lâmpada cheia de azeite ! Mateus 25

Nenhum comentário: