terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Desconcerto sem conserto

O príncipe eleito segue a velha receita do mais do mesmo e já decepciona.
Com o passado sepulta um futuro que parecia promissor.
Para quem acompanhou a gestão BSL, poucas são as novidades (algumas admiráveis) nas nomeações do secretariado anunciado, à prestação, até agora.
Entre as pessoas que acreditavam não existirem acordos eleitorais para a composição do novo governo a mais prejudicada foi Patrícia Juliani, a futura ex-vereadora.
Sua entrevista pedindo a compreensão de seus eleitores quanto à indicação de seu nome para ser Secretária de Assistência Social não convenceu.
Muitos foram os murmúrios de insatisfação e desânimo.
Se o príncipe pretendia naufragar uma promessa, errou por má-fé, se não, errou por incompetência: duas características que costumam justificar a apreensão dos munícipes. 
O histórico quarteto feminino no Legislativo foi desmontado antes de tomar posse e, caso fosse esse o único interesse inconfessável do gestor, havia Lucimar Ponciano, assistente social com larga experiência na prefeitura de Jacareí, para preencher tão honrosa pasta.
Lucimar teria sido convidada e declinou do convite ou sequer foi cogitada para o cargo ?
Patrícia, fisioterapeuta, aceitou, mas se voltar atrás em sua decisão dificilmente restabelecerá a plena confiança que seu carisma conseguiu aglutinar.
Ao assumir a pasta, ainda enfrentará o desafio de substituir Vera Lino não apenas na expertise na área como também no prestígio notadamente a ela devotado.
Aguardemos o final dos anúncios, o espetáculo ainda no meio da apresentação, que o Vivace do 3º movimento seja empolgante.
Cabe a uma plateia experiente aplaudir somente no último acorde.

Nenhum comentário: