sábado, 20 de agosto de 2016

Voto nominal e voto de legenda e a vantagem do PT

Apesar da rejeição midiática o PT possui a vantagem de ser um partido muito unido.
É de longe, em seus 36 anos de existência, o grupo mais dedicado ao processo eleitoral.
Acrescenta-se aí um tanto de autoritarismo socialista e dogmatismo católico e a cola torna-se poderosa.
O PT, mais do que ninguém e menos que o PMDB, sabe que o Legislativo é o Poder mais importante.
Em Jacareí, nesta eleição, o PT tende a eleger 3 vereadores e seus candidatos necessitarão de menos votos.
Mesmo que o PT perca eleitores o PT ainda preserva a sua densidade eleitoral enquanto bloco.
Fulano que precisava de 2 mil votos pode ser eleito com 1,5 mil votos.
A bancada do PT pode perder 1 vereador, mas 3 vereadores serão eleitos com mais facilidade.
O corpo do PT é muito consolidado.
Totalmente diferente dos partidos de véspera e Comissão Provisória que são oferecidos para o eleitor da oposição.
Isso é fruto do voto de legenda construído ao longo de anos nos Diretórios.
Para o petista este ou aquele candidato é de confiança, simplesmente, por ser do PT.
Outros partidos apostam mais na performance individual do candidato e vivem em frangalhos com as migrações partidárias oportunistas.
Esperam por nomes !
O sistema eleitoral brasileiro é uma boa mescla de voto no partido e no candidato. Nosso sistema permite que o eleitor escolha um nome ou outro dentro da chapa de candidatos.
Este é o grande voto nominal em Lista Aberta.
Sabendo da vantagem do PT em termos de densidade eleitoral e fidelidade, não descarte votar num candidato do PT se não encontrar na oposição algum nome relevante.
Porque é muito certo que o PT eleja 3 vereadores.
Portanto, para o bem do Município, que sejam eleitos os 3 melhores do grupo.
Não tenha vergonha de reconhecer que 1 entre 20 candidatos do PT seja melhor que todos da oposição.
Se você repudia a corrupção que houve num partido que ainda oferece o mínimo de transparência da prática de Diretório nem queira saber o que pode ser escondido por partidos de Comissões Provisórias.

Hy Ho !

Nenhum comentário: