domingo, 21 de junho de 2015

Tomé

Eu O acompanharei e penso
que todos também deveriam

Ele quase foi apedrejado

E daí ?

E daí ? Se voltarmos morreremos !

Ele está decidido! Vamos deixá-lO sozinho
ou vamos morrer juntos com Ele ?

E aquela história de deixarmos os mortos enterrarem seus mortos ?

Eu estou ouvindo realmente isto ?
Por sabermos como Ele pensa é que deveríamos estar sempre
ao lado Dele. Lázaro era o Seu melhor amigo...
Quem sabe as maravilhas que podem acontecer ?

Se Ele não tivesse blasfemado não correríamos tantos perigos

Desde quando citar as Escrituras é blasfêmia, seus idólatras ?
Ainda não entenderam o real fato ?
As Escrituras, na melhor das hipóteses, não passa de
um pedaço de pergaminho escrito por uma tribo de selvagens
supersticiosos semi-alfabetizada e lido por sacerdotes hipócritas
O que é mais blasfêmia ? Cantar um salmo ou apedrejar pessoas
em nome de Deus ?
É o Messias quem diz que somos deuses e, antes Dele, o salmista
já disse
Leiam os profetas: são queixas e advertências de um Deus
desprezado por um povo que Deus se arrependeu de ter escolhido
O Messias trouxe a salvação e ela é tacitamente uma ordem de despejo
para os ingratos
O Messias nos deus o que sempre foi nosso e desconhecíamos
Jamais seremos o Altíssimo, mas somos deuses
e isso é a plena liberdade num mundo em que as opções são:
ser lobos ou ovelhas
Somos o que sempre fomos: parte do sopro do Criador
Precisamos procurar até achar para ficarmos estupefatos
Como, eu, gostaria de participar desta perspectiva antes
Não há enigmas, como os sacerdotes nos ensinaram.
Jesus nos ensinou que se olhássemos o que estivesse diante de nossos olhos
o oculto se revelaria
Vamos olhar e fuçar tudo que existir ao nosso redor...
Colocar o dedo nas feridas caso seja necessário
O Reino dos Ceus é o nosso mesmo mundinho vivido
por uma nova perspectiva que é maravilhosa por nos convocar
a renová-la constantemente
Venham e vejam, queridos, esta é a fórmula !
Vocês não ouviram a parábola dos trabalhadores e seus salários ?
Era para nós, os doze, esta parábola!
Os que foram contratados no fim do dia ganharam o mesmo salário
dos que foram contratados antes, nós somos afortunados
João Batista é um exemplo: nós não fizemos sequer uma migalha
do que João fez e estamos ao lado de Jesus para testemunhá-lO
Se somos deuses, não há mais Messias para esperarmos!
O Reino dos Ceus nasce todo dia de nossas mãos
É nossa tarefa sulcar a terra e semear
Usufruímos, agora, nós trabalhadores de última hora,
do mundo que inúmeras gerações, de todas as nações, desenvolveram
De onde veio e quem pastoreou o rebanho que nos deu o couro
de nossos odres de vinho?
Desde quando a uva selvagem foi domesticada e se tornou vinho?
Desde quando o azeite acende nossas lâmpadas? Quem nos ensinou
isso senão o sopro do Criador?
Somos a luz do mundo e o sal da terra e qual será nossa
contribuição para as próximas gerações a não ser um monte
de ídolos de barro ou metal ? Poluiremos o mundo com quinquilharias
somente para oferecer conforto aos vendilhões do templo ?
A hipocrisia dos sacerdotes nos roubou a compreensão de nossa religião
por muito tempo
O Messias não é uma pessoa!
Nós seremos governados pelo Messias quando



não formos mais governados pela vaidade e pela idolatria

Nenhum comentário: