sexta-feira, 12 de junho de 2015

O cego

(Como é que me aparece um cego onde estou e num sábado,
justo no auge da perseguição dos sacerdotes ?
Ou escolhi muito mal os doze que andam comigo
ou, finalmente, o tinhoso seduziu algum deles !
Prudente seria não curar, no entanto, minha cabeça
e meu coração não concordam entre si.
Creio que já nasci pendurado na cruz)

Rabi...

(É assim que a desgraça costuma começar...
Ninguém se dispões a chegar a alguma conclusão
por conta própria ?)

Rabi, quando existe um cego de nascença, quem pecou
para que ele nascesse cego ? Ele, que ainda não viveu
o suficiente para que pecasse ou os pais dele?

Nem ele nem seus pais
A cegueira dele é para que possam ser realizadas as obras de Deus
e para que todos saibam que eu sou a luz do mundo

Jesus cuspiu no chão e cobriu os olhos do cego com o lodo
formado pelo cuspe
Depois, pediu-lhe para que fosse lavá-los no



Tanque do Enviado para obter a cura

Nenhum comentário: