segunda-feira, 1 de junho de 2015

No antigo tanque de ovelhas

À beira do antigo tanque de ovelhas
esperando o milagre acontecer
Dias e dias , anos e anos
vendo a água se mexer

A tradição dizia que deveria ser
o primeiro a se banhar
Impossível sem poder andar !
Quando o anjo chegava
e a água se mexia
era um pega pra capar

Qualquer dia, num belo dia
Deus vai me abençoar
Deitado na cama
a vida desengana
só pedia pra fé
não me deixar

Um moço com um sorriso surgiu
me perguntou de um jeito tão gentil
por quanto tempo eu estava lá
Tive um choque ao responder
e perceber minha paralisia
Ele pediu, enquanto sorria,
para eu me levantar

Automático obedeci
mesmo cambaleando parti
Fui ao templo testemunhar

Mal sabia que iria
o meu benfeitor denunciar
O santo dia era sábado
e justo no sábado
Deus não pode curar

Nenhum comentário: