domingo, 19 de outubro de 2014

Betesda, um tanque para ovelhas

No capítulo 5 do Evangelho de João está registrada esta grande piada.
Em Jerusalém havia um tanque para dara de beber às ovelhas e os judeus acreditavam que algum momento do dia descia um anjo do ceu e agitava a água. O primeiro doente que entrasse na água enquanto agitava ficaria curado.
Um senhor, que estava paralítico há 38 anos, ficava à beira d...o tanque, mas não conseguia entrar na água porque alguém com mais mobilidade entrava antes dele.
Jesus, observando o paralítico, e conhecedor do coração dos homens, perguntou-lhe se ele queria ficar são e o paralítico explicou da sua dificuldade de entrar no tanque porque ninguém o ajudava. Jesus simplesmente disse: "--- Levanta-te, toma o teu leito e anda." Depois, Jesus, com discrição, se dispersou na multidão.
Estava o paralítico todo animado carregando o seu leito e os judeus o repreenderam porque estava carregando o leito no sábado.
Pausa para reflexão:
Um senhor paralítico já é uma pessoa conhecida.
Um senhor paralítico há 38 anos, muito mais.
Um senhor paralítico que fica na beira do tanque esperando ser curado, muito mais ainda.
Um senhor paralítico que não consegue ser curado porque sempre alguém entra antes dele, é  tão famoso que vira motivo de chacota.
Os judeus não se deram conta de que ele estava andando e ralharam com ele porque estava carregando o leito no sábado, o dia santo !
Execer qualquer atividade no sábado é um crime mortal para os judeus.
O paralítico nem teve tempo de saborear os primeiros passos depois de curado e se viu em apuros com a patrulha da santidade e disse: --- Ei, calma aí, a culpa não é minha, não. Foi o cara que me curou e disse: --- toma o teu leito e anda. Os judeus insatisfeitos com o acontecimento queria saber quem o tinha curado e o ex-paralítico o teria apontado se Jesus não estivesse dispersado na multidão.
Se lermos o texto sem idolatria reconheceremos a piada sem nenhuma culpa. Mesmo que não haja motivo para rir (na verdade não há) a piada é a denúncia do absurdo.
Todos esperam sinais e milagres para fortalecer a própria fé e eles não podem acontecer no sábado, dia que Deus reservou para sua lembrança e glória.
Mais uma vez: impossível alguém não reconhecer que era um ex-paralítico andando, isto é, que um milagre havia acontecido. Carregar o leito no sábado foi uma observação de maior preocupação dos judeus e o ex-paralítico denunciaria o seu bem-feitor para que fosse punido pelos judeus, no exato momento em que foi questionado, como fez depois que Jesus o encontrou no templo.
Jesus passou a ser incansavelmente perseguido apenas por fazer o bem.
Pessoas mecânicas e robotizadas:
1) Quem acredita que pode ser curado por entrar no tanque não consegue levantar por conta própria e começar a andar.
2) Estas pessoas esperam que alguém as coloque na água no momento que um anjo a agitar e esperam alguém lhes dizer qualquer coisa que as beneficie.
3) São tão obedientes que carregam o leito porque uma pessoa falou com autoridade para que carregassem.
4) Temem ser punidas e não são capazes de defender o próprio benfeitor.
Pessoas opressoras:
Amaldiçoar um milagre porque aconteceu num dia proibido de acontecer !
Vamos ler o Evangelho para não cultivarmos um mundo em que só possa haver lamentos e ranger de dentes.
Sim, seremos uma piada de mau gosto enquanto a idolatria e a vaidade prevalecerem sobre os milagres realizados por Deus.
Amor é fundamental

Nenhum comentário: