quinta-feira, 30 de outubro de 2014

A Direita

Azul ou vermelho ?
No Brasil é praticamente o que discutimos !
Azul é direita e vermelho é esquerda !
Azul é diferente de vermelho, portanto direita é tudo o que a esquerda rejeita !
...
Outras cores na paleta ? A esquerda se antecipa em rotular de alienação.
A esquerda é revolucionária, pensante, necessária e legítima.
O que seria a direita ? Se perguntarmos a um alienado ele responderá que não sabe, mas a esquerda definirá a direita com os termos contrários: conservadora, néscia, fútil e usurpadora.
Que metodologia mais inadequada e desonesta.
O debate dificilmente deixará de ser uma guerra fria.
O Brasil ainda possui várias deficiências e fazendo uma comparação com outros países é fácil perceber que permanecemos no feudalismo.
Como no feudalismo os nossos pensadores se acomodam nos gabinetes e sonham com alguma cátedra em alguma universidade financiada pela Igreja.
O que se sentem de esquerda são movidos por um cristianismo idílico em que dar aos pobres é emprestar a Deus e sua energia intelectual é imaginar maneiras inovadoras de distribuir a riqueza gerada por outros.
Há mais professores militantes que pensadores de esquerda.
Se a academia brasileira não fosse monopolizada por militantes de esquerda todos conheceriam os pensadores de direita (há um círculo vicioso nisso: as editoras só publicam autores que as universidades solicitam).
A direita, porém pouco foi motivada em justificar suas práticas, e somente se preocupou em prosperar, em proteger suas conquistas e ainda financiar as ações sociais que estivessem ao seu alcance.
É irresponsável afirmar que a direita é formada exclusivamente por ricos e por pessoas interessadas em explorar os demais.
As ideias defendidas pela esquerda foram divulgadas com o auxílio da tecnologia desenvolvida pela direita.
Observado este simples fato é injusto acusar a direita pelo o atraso da humanidade.
O conflito entre opressores e oprimidos sempre existiu e o opressor já vestiu todas as cores e bandeiras generosas possíveis.
Quais são as questões ?
Quem mais trabalha mais acumula ?
A maioria não consegue trabalhar porque lhe faltam meios de produção ?
É mais feliz quem mais consome ?
A maioria não consegue consumir porque lhe falta trabalho ?
Tanto a direita quanto a esquerda procuram dar respostas a estas questões.
São respostas diversas e é inútil tentar moralizar estas questões !
Irá depender da cultura de cada grupo a adoção de uma resposta ou outra e o que mais importa é preservar a democracia e o esclarecimento contínuo como mecanismos para esta adoção não seja violentamente imposta a quem pensa diferente. Porque se assim não for haverá conflitos difíceis de resolver.
De qualquer maneira a realidade sempre estará entre os extremos. Os excessos são eventos que o sensacionalismo exalta e preenchidos por oportunistas.
A direita é muito mais do que uma simples aversão pela esquerda. A direita é um conjunto de valores e práticas que já contribuíram para o desenvolvimento da humanidade e que ainda pode contribuir.
Conservadores: conservemos a sensatez
Néscios: conservemos a simplicidade
Fúteis: conservemos a alegria
Usurpadores: conservemos o poder
Alienados: conservemo-nos longe das intrigas
Amor é fundamental

Nenhum comentário: