domingo, 9 de novembro de 2014

A dança da chuva funciona ? Sim !

 A dança da chuva funciona ?
Sim !
Desde que me entendo por gente, por mais prolongada que seja um estiagem, um dia chove !
Dançar é bom demais ! A mente e o corpo ficam felizes !
...
As pessoas se interagem e alguns se destacam por suas habilidades e extroversão !
As pessoas se unem e se conhecem melhor !
Por que não dançar para pedir chuva ?
Orar também é bom !
A gente dialoga com as nossas apreensões e angústias.
Nossa alma fica mais leve !
Podemos orar discretamente e sozinhos ou publicamente participando de um grupo !
Deus conhece nossas necessidades antes de pedirmos e uma dia chove !
Por que não orar pedindo chuva ?
Por que não nos encontrarmos para encontrarmos soluções ?
As pessoas se unem, se conhecem melhor, dialogam sobre suas angústias e apreensões.
Alguns se destacarão por suas habilidades e extroversão !
A mente e o corpo ficarão felizes e as nossas almas mais leves !
Encontrar soluções é bom demais, mas exige privações !
Porém, sem soluções as privações é a regra !
Onde está a nossa limitação ?
Gostamos de ser felizes e de ver outras pesoas felizes !
O que nos intimida ? O que nos impede ?
Formemos diretórios nos partidos políticos e participemos de reuniões a cada 2 meses para apresentarmos ou apoiarmos soluções.
Organizemo-nos ! Qual a dificuldade ?
Usando o nosso talento e conhecimento para o bem comum sempre choverá !
Amor é fundamental

Reforma Política para manter os deuses

Um fantasma ronda os governos: a internet !
Qual é a melhor maneira de evitar uma revolução ? Uma reforma para dar a aparência e sensação de que algo mudou !
Mudar é necessário ? Mudar o quê e por quê ?
"Juiz não é Deus", está claro isso para todo mundo ? Para os juízes não !
Uma agente de trânsito disse isso durante uma blitz para um juiz que dirigia sem a carteira de habilitação, sem documentos do veículo e sem placas, mas não queria ter o seu veículo apreendido. O juiz deu voz de prisão para a agente e a processou por desacato quando ela questionou a ordem de prisão injusta dizendo a bendita frase "Juiz não é Deus". Sentença: foi condenada a pagar uma indenização no valor de R$ 5 mil reais.
Veremos até que instância este caso chegará porque ela exercerá o direito de recorrer.
Mobilizações na internet arrecadaram 4 x mais o valor da indenização e ela doará o excedente da arrecadação para acindentados no trânsito.
Tanta coisa bonita que a internet promoveu em poucos dias.
A sentença foi divulgada e a solidariedade manifestou-se instantaneamente. O juiz, que para nossa misericórdia nunca foi Deus, ficou desmoralizado !
Sempre houve pessoas corretas e cumpridoras de seu dever prejudicadas pelo abuso das autoridades vaidosas e irresponsáveis e pessoas mobilizadas para combater as injustiças. A humanidade prevalece em muitos casos e agora a tecnologia disponibiliza uma aliada que conecta a solidariedade com uma velocidade e alcance extraordinários.
http://epoca.globo.com/vida/noticia/2014/11/bluciana-tamburinib-dizer-que-o-juiz-nao-e-deus-e-um-fato-nao-desacato.html
A nossa sociedade privilegia alguns, mas a internet está denunciando e despertando a consciência das pessoas e mudando radicalmente o comportamento e abalando privilégios centenários.
http://extra.globo.com/noticias/rio/mexeu-com-um-juiz-mexeu-com-todos-diz-antropologo-roberto-da-matta-sobre-decisao-contra-agente-de-transito-14503800.html
Imagina os efeitos da internet nas eleições !
Quem pretende se perpetuar no poder já imaginou e cada vez mais pessoas terão acesso à internet e será mais diverso e imprevisível o resultado das urnas.
A internet facilitará a campanha eleitoral e reduzirá os custos ! Grandes mídias não influenciarão na maioria dos resultados.
Pesquisas não acompanharão o cenário dinâmico e a velocidade das reações dos eleitores.
As empresas que dependem do tráfico de influência dos governos terão seus negócios em situações delicadas.
As doações para campanhas eleitorais ficarão prejudicadas e as pesquisas não orientarão com "certezas" o candidato vitorioso.
.
Como manter os deuses ?
.
A reforma política encampada pela CNBB e pretendida pelo PT busca atingir o objetivo de manter uma eleição previsível.
Lista fechada é o sistema mais infame de eleição porque serão os dirigentes de partidos que indicarão os parlamentares que ocuparão o Poder Legislativo. O eleitor votaria apenas no partido e perderia o direito de votar diretamente no candidato.
A Lista Fechada é uma fábrica de deuses !
Guardiã dos interesses do Vaticano, uma monarquia absoluta teocrática, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil é quem melhor pode assessorar uma reforma política que anula o efeito de uma eleição.
A Igreja Católica é avessa às eleições e à república !
Teocracia é o antigo sistema de governo em que o rei é reverenciado como alguém indicado por Deus ou filho de Deus ou a personificação de Deus.
Quando a CNBB encampa uma reforma é porque ela possui as bençãos do Vaticano, tentando intimidar a manifestação contrária à reforma !
É preciso lembrar o tempo todo que o Vaticano, mais que centro da religião católica, é um país ! Independente da relação religiosa, qualquer interferência do Vaticano em nossa política não somente é um questão que afeta o estado laico brasileiro mas também uma afronta à nossa soberania.
O mais triste é perceber as maiores autoridades religiosas agirem desta maneira. Tentando impedir que o povo seja senhor do próprio destino.
O nosso sistema eleitoral atualmente não apresenta problemas e com a internet a participação popular ficará mais intensa nos dando a chance de fazer escolhas mais adequadas para nos governar.
Digamos não à reforma política !
Amor é fundamental

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Por que a CNBB quer a Reforma Política ?

Todos sabemos que o PT é um partido patrocinado pela CNBB.
A rápida ascensão do Partidos dos Trabalhadores aconteceu pelas Comunidades Eclesiais de Base.
Nenhuma instituição possui tanta abrangência que a Igreja Católica no Brasil, por enquanto, mas as Igrejas Pentecostais estão alcançando o mesmo status e dividindo o território em todos aspectos: devotos, emissoras de rádio e televisão e parlamentares.
O PRB é um partido vinculado à Igreja Universal, nele concontram-se candidatos pastores da IURD para o Poder Legislativo nas esferas municipais, estaduais e federal.
A Igreja Universal possui a concessão da emissora de TV Record, que ajuda a promover seus candidatos pastores, apresentadores e artistas.
Recentemente inaugurou em São Paulo o Templo de Salomão, segundo comentários, maior que a Basílica de Nossa Senhora Aparecida, que é reconhecido como o maior santuário dedicado à Virgem Maria do mundo.
Seria pouco imaginarmos que a Igreja Católica pretende reduzir o poder político das Igrejas Pentecostais, que também são conhecidas como Igrejas Evangélicas ?
Em São Paulo, o PRB (Partido Republicano Brasileiro) elegeu 8 deputados federais nesta eleição de 2014 e o PT elegeu 10.
Pouca diferença, não é ?
Existe outro partido majoritariamente evangélico, o PSC que elegeu 4 deputados federais.
PRB + PSC = 11 deputados federais por São Paulo contra 10 do PT.
Uma pesquisa mais minuciosa poderá identificar deputados penteconstais ou evangélicos em outros partidos.
Usamos o PRB e o PSC como exemplos por serem notórias as suas confissões religiosas, embora nem todos os candidatos sejam da mesma confissão.
Outros partidos lançam candidatos católicos e até mesmo possuem o apoio da Igreja Católica, mas nenhum possui tanto vínculo quanto o PT.
Este vínculo foi materializado em instrumento jurídico com Concordata Vaticano e Brasil, assinado pelo Presidente Lula em 2008 e que foi questionado por juristas que perceberam interferência do Vaticano na soberania do Brasil e vários dispositivos inconstitucionais.
http://acordovaticano.blogspot.com.br/2009/11/presbiterianos-condenam-concordata.html
http://acordovaticano.blogspot.com.br/2009/10/entidades-da-sociedade-civil-se.html
http://jus.com.br/peticoes/16881/acao-popular-contra-concordata-entre-brasil-e-vaticano#
Nunca podemos nos esquecer que o Vaticano é um país e suas relações enquanto estado não devem prevalecer sobre os interesses do Brasil em território brasileiro.
Na citada concordata o Vaticano indica a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) como a guardiã de seus interesses.
A CNBB encampa a Reforma Política e recolheu assinaturas com o objetivo de tramitar um projeto de lei de iniciativa popular para efetivá-la.
Fora o fato de existirem 2 partidos de confissão pentecostal, evangélica ou protestante a Assembleia de Deus pretende formar um partido exclusivo para os seus fieis que por enquanto possui a sigla PRC (Partido Republicano Cristão).
http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/felipe-patury/noticia/2014/03/bvem-ai-o-prcb-um-partido-ligado-assembleia-de-deus.html
Se os evangélicos se organizam em agremiações partidárias e conseguem eleger uma bancada que se amplia a cada eleição, uma das maneiras de impedir a ascenção eleitoral deles é alterar a legislação eleitoral.
Qualquer que seja a alteração pretendida terá impacto direto nas estratégias dos candidatos evangélicos.
Pastor Marco Feliciano (PSC) possui seu domicílio eleitoral em Ribeirão Preto e recebe votos de eleitores de todo estado de São Paulo.
Por ser cantor e viajar muito para participar de celebrações ele é conhecido em vários lugares, além de ter sua imagem divulgada pelos cds e dvds de louvor.
No atual sistema eleitoral ele consegue eleger a si próprio e contribui para a eleição de outros parlamentares de seu partido ou coligação com a votação proporcional. Isto é, todos o votos do partido ou coligação são considerados para indicar a quantidade de cadeiras conquistadas pelo grupo no Parlamento e destinadas aos mais votados. No atual sistema raramente um candidato consegue sozinho a quantidade de votos necessária para assumir uma cadeira.
Quem discursa com o argumento para fortalecer um partido jamais pode deixar de considerar que esta é uma ótima maneira de fortalecer, porque o partido com maior coesão e atividade é o que possui maiores chances de vitória. O atual sistema atenua o personalismo porque sem grupo, praticamente, ninguém se elege.
Mesmo que os partidos possuam seus grandes expoentes o atual sistema ainda garante uma dose de imprevisibilidade e oxigenação do parlamento.
Caso famoso em São Paulo foi o de Roberto Freire, nome consagrado do PPS, deputado federal diversas vezes, atualmente exercendo o mandato, presidente nacional do partido e não foi eleito em 2014 e se confirmou como 4° suplente.
http://www.valor.com.br/eleicoes2014/3723486/presidente-do-pps-roberto-freire-perde-eleicao-para-camara
O atual sistema evita o cargo vitalício na maioria dos casos.
Consideremos 2 possibilidades de mudança na Reforma Eleitoral:
.
1) Lista Fechada
Talvez o Pastor Marco Feliciano não seria o eleito.
Imaginemos que o nome dele não estivesse entre os 4 primeiros nomes. O PSC conquistou 4 cadeiras, se o nome dele estivesse predeterminado em 5° lugar na lista ele não seria eleito.
.
No caso de Roberto Freire seria diferente. O presidente nacional do partido não seria o 1° nome da lista ?
A partir deste exemplo, percebemos que a Lista Fechada é muito nociva. Seu primeiro efeito seria o de evitar a renovação do Parlamento.
Para assegurar o mandato vitalício que se vislumbra a prática mais presente nos partidos seria a perversa concentração de poder.
.
Quais as vantagens que a Igreja Católica teria neste novo cenário ?
Primeiro precisamos entender que a Igreja não pratica eleição. Seus líderes são nomeados.
O Papa acaba sendo eleito porque o Vaticano é uma monarquia absoluta sem herdeiros.
Mesmo assim o Papa precisa fazer parte do colégio restrito de Cardeais.
.
O Pastor Marco Feliciano não teria os votos direcionados a ele, isto quer dizer que: sem a expectativa de vê-lo eleito o eleitor talvez não votasse no partido dele ou mesmo desanimasse de votar.
A consequência seria a redução de cadeiras conquiatadas pelo partido.
Como se vê, que bela contribuição a CNBB faz para o Brasil !
Somente ela sai fortalecida se isso acontecer...
.
2) Voto Distrital
Pastor Marco Feliciano possui o domicílio eleitoral em Ribeirão Preto e recebe votos de todos municípios do Estado de São Paulo.
Se o sistema mudar para o voto distrital ele só poderá receber votos da região de Ribeirão Preto.
Restringiu draticamente o potencial eleitoral de um candidato.
Consequências:
a) o próprio Pastor Marco Feliciano não se eleger;
b) reduzir o número de cadeiras conquistadas pelo PSC no parlamento.
.
Mais uma vez, vitória da CNBB, que não pretende assistir passivamente à ascenção dos pentecostais, evangélicos ou protestantes.
.
Citei exemplos de partidos confessamente evangélicos porque Marina Silva foi alvo nestas eleições por ser evangélica.
A presidenciável foi desqualificada por movimentos radicais que afirmaram que ela fosse fanática, ingênua e fundamentalista e que colocaria preceitos religiosos acima dos direitos da Sociedade Brasileira, mas é evidente que a ascenção de parlamentares de outras confissões religiosas incomoda a Igreja Católica, Vaticano ou CNBB.
A Reforma Política é desnecessária e qualquer alteração trará mais mal que bem.
No mais, nunca poderemos aceitar interferência de interesses estrangeiros sobre nossa soberania.
Amor é fundamental

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Reforma Política: ato do Vaticano contra a nossa soberania

A gestão governamental do Brasil possui problemas ?
Sim, não é de hoje !
Há soluções ?
Sim, não é de hoje !
O problema e a solução originam-se no compromisso, preparo e caráter de nossos representantes.
A tão falada Reforma Política não disciplina o compromisso, preparo e caráter de ninguém !
Os reponsáveis por eleger os representantes são os eleitores e os responsáveis por selecionar os candidatos são os partidos políticos.
Partidos Políticos com maior participação popular possuem a capacidade de revelar talentos mais adequados para os desafios de nossa sociedade.
A conclusão, portanto, a Reforma Política é desnecessária, a não ser que, haja quem pretenda subjugar toda uma Nação aos interesses inconfessáveis de uma oligarquia.
Para melhor compreender o presente texto o leitor precisa identificar o Poder Legislativo como o Poder Político mais importante e também o que seria mais afetado por uma possível Reforma Política.
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), órgão da Igreja Católica, é uma entidade com grande interesse na Reforma Política, haja vista a distribuição de Documento aos presidenciáveis de 2014, no debate eleitoral do 1° turno, realizado pela CNBB e transmitido pela TV Aparecida.
Único debate entre os presidenciáveis que dedicou um bloco exclusivo para que os candidatos manifestassem suas considerações sobre a Reforma Política.
http://www.youtube.com/watch?v=T7aCqIOqx8U
Preliminarmente precisamos considerar que a Igreja Católica não é apenas uma religião, é também, razão de ser do Vaticano.
O Vaticano é uma cidade-estado, portanto um país !
http://pt.wikipedia.org/wiki/Vaticano
Não estamos questionando a fé das pessoas e suas preferências religiosas, apenas, alertamos para o fato de que a religião não é o único interesse do Vaticano. O povo brasileiro precisa estar atento sobre qualquer interferência de outro país sobre o sistema político do Brasil.
Se procuramos honestamente a transparência nas relações, é muitíssimo relevante, iniciarmos o debate nestes termos.
Fazendo um paralelo entre os 2 países observamos muitos contrastes acentuados.
O Vaticano é uma Monarquia Absoluta e o Brasil é uma República !
O Vaticano é um Governo Teocrático e o Brasil é um país laico !
O Vaticano é uma cidade com status de país que possui uma população exclusiva de funcionários da Santa Sé.
O Brasil é um país gigante com uma população heterogênea de 200 milhões de habitantes.
Outra enorme diferença: o brasileiro elege seus representantes, no Vaticano todos os representantes são nomeados.
Além de duvidosa a necessidade de se fazer uma Reforma Política ela é extremamente perigosa ao ter como grande entusiasta um grupo de pessoas com práticas políticas tão díspares da nossa tradição, história e conquistas.
Se os bispos sabem o que é melhor para seus fieis devemos considerar que os Brasil não é composto somente de fieis ao Catolicismo.
Vamos às propostas:
1) Financiamento Público de Campanha Eleitoral
Antes de qualquer consideração precisamos lembrar que o Financimento Público de Campanha Eleitoral já existe !
Todos os partidos são subvencionados por recursos públicos que são ampliados conforme o número de deputados federais eleitos pela legenda (percebem a importância do Poder Legislativo ?).
O que se pretende é o Financiamento Exclusivamente Público de Campanha Eleitoral, isto é, sem doações de empresas.
Argumenta-se que sem a doação de empresas os parlamentares seriam mais independentes.
Será ?
Não existiriam outras correntes para aprisionar os candidatos ou mantê-los subservientes ?
- Outra questão é de que o Financiamento Exclusivamente Público de Campanha Eleitoral evitaria a corrupção ?
Haja ingenuidade, não é mesmo ?
Caixa 2, mensalão, petrolão ou vista grossa sobre licitações fraudadas seriam evitadas ?
- As candidaturas teriam igualdade de propaganda porque evitaria o abuso de poder econômico.
Com relação a este ponto é importante considerar o patrimônio de imagem de cada candidato.
R$ 1,00 na campanha eleitoral do Tiririca possui uma repercussão totalmente diferente de R$ 1,00 aplicado na campanha de um ex-prefeito de algum município do interior de São Paulo.
 - As campanhas teriam menor custo.
Nesta época prodigiosa em que podemos usufruir da internet ?
O Financiamento Exclusivamente Público de Campanha Eleitoral soluciona nada !
Pior, mantém a hegemonia dos políticos mais antigos e famosos e usa o dinheiro de nossos impostos para continuar a promovê-los.
.
É admirável uma eleite religiosa e piedosa defender esta ideia sem ter feita qualquer destas considerações expostas acima.
Um grupo de príncipes esclarecidos por mestrados e doutorados nas melhores Universidades do mundo ?
Por isso, afirmamos o quanto é preocupante deixar de observar a interferência de outro país sobre a nossa soberania.
.
2) maior participação das mulheres na composição do Parlamento.
- as mulheres são livres para votar em quem elas quiserem e homens também podem preferir candidatas mulheres.
Qual é o problema ? As mulheres são mais da metade do eleitorado brasileiro !
Nas eleições de 2014 as mulheres conquistaram 10% das cadeiras da Câmara Federal.
Observação mais que importante: no Brasil, o mínimo de 30% das candidaturas é reservado para as mulheres.
Para mudar este quadro de forma natural são necessários:
a) mulheres elegerem mais mulheres;
b) homens preferirem mulheres para representá-los;
c) campanhas para que haja preferência por parlamentares mulheres.
Há outra solução, de modo artificial, e é aqui que mora todo problema, exatamente por não ser democrático: alternar homens e mulheres numa lista predeterminada.
Para que isso tenha efeito a lista precisa ser uma LISTA FECHADA.
A proposta dissimulada de Lista Fechada se confirma em outro ponto da Reforma Política emcampada pela CNBB.
3) eleições para o Poder Legislativo em 2 turnos
Primeiro, o eleitor vota somente no partido para saber quantas cadeiras este partido terá direito.
Depois, o eleitor escolhe o candidato daquele partido.
Vamos ensaiar uma eleição neste molde:
São Paulo possui 70 cadeiras na Câmara Federal:
- no primeiro turno deu-se o resultado imaginário de:
12 cadeiras para o PSDB,
10 cadeiras para o PT,
08 cadeiras para o PRB,
06 cadeiras para o PR,
05 cadeiras para o PSD,
04 cadeiras para o DEM,
04 cadeiras para o PSB
04 cadeiras para o PSC,
03 cadeiras para o PV,
02 cadeiras para o PMBD,
02 cadeiras para o PPS,
02 cadeiras para o PTB,
02 cadeiras para o PP,
01 cadeira para o PTN,
01 cadeira para o PDT,
01 cadeira para o SD,
01 cadeira para o PC do B
01 cadeira para o PSOL
.
Imaginado este resultado, no 2° turno cada partido lançaria quantos candidatos ?
Se o partido souber que possui 2 cadeiras porque ele lançaria mais que 2 candidatos ?
O mesmo raciocínio se aplica para qualquer quantidade de cadeiras conquistadas no 1° turno.
.
Gaste-se ou não dinheiro num 2° turno ou o tempo precioso do eleitor a LISTA FECHADA já está consumada !
.
No caso dos partidos que conquistarem apenas 1 cadeira como exigiremos a alternância de homem-mulher ?
.
Para o eleitor votar neste ou naquele partido ele precisa saber previamente quem ocupará as cadeiras disponíveis.
.
Na prática, o que se pretende é tornar previsível o resultado da eleição !
.
Tornar previsível o resultado de uma eleição é uma nomeação dissimulada.
Mais uma vez é de se admirar um conjunto de príncipes religiosos-piedosos agindo de maneira dissimulada !
.
4) ampliar mecanismo de participação direta da população.
Neste ponto é ridículo eleger um Congresso Nacional com prerrogativas limitadas e sujeitas às interferências constantes da população.
A população precisará de lideranças dispostas e disponíveis para suprir a burocracia de participação !
Basta dizer que partidos políticos já existem e são subvencionados para isso. O que falta é a população ocupar os partidos.
O que deve frustrar a Igreja Católica, Vaticano ou CNBB é que os partidos possuem estatuto próprio !
É isso !
Amor é fundamental

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Reforma Política e a Guerra de Canudos


Dialogar ou negociar ?

Somos frutos do nosso meio e de nossas narrativas !
Somos automáticos na compreensão de algumas coisas rotineiras, de palavras rotineiras e não estamos acostumados a exercitar novas possibilidades ou respeitar o universo próprio de cada assunto.
Política não é comércio, ou é ?
Ouvir o que o outro tem para dizer não pressupõe concordar no todo ou em p...arte com o que foi ou será dito.
Nem tudo que diz algo está à venda ou interessado em comprar.
A Torre Eiffel me diz muitas coisas e não está à venda ! Ela não está à venda, mas é uma promotora de vendas !Pode ser uma atração turística, mas não se limita a isso !
Deste exemplo podemos deduzir que toda negociação está inserida no diálogo, porém é precipitado afirmar que todo diálogo seja uma negociação.
Pois bem ! A presidente Dilma Roussef declarou estar disposta ao diálogo com a oposição e a oposição se recusa a dialogar. Qual é a real expectativa entre as partes ? Barganhar, pechinchar, aumentar o lance ? De quê ?
Falar no deserto é dialogar ? Politicamente sim, porque quem for sensível para ouvir ouvirá ! Qual efeito deste encontro ? De imediato, talvez, nada !
A recorrência do tema faz com que alguém o considere um tema importante ! Há implicações em outros temas ? Somente uma apreciação cuidadosa pode indicar !
"Eu quero isso  nestas circuntâncias e posso corresponder a algumas exigências": isso já é negociação !
O diálogo não depende de acordos ! Outro exemplo: vejo uma pintura no Masp e não me agrado. Não agradar pode constituir a intenção da composição. Eu e ela dialogamos. A indiferença em agradar, também dialogamos. A intenção de agradar e não agradar, certamente dialogamos. Este diálogo interferirá em outras pinturas do mesmo e de outros artistas ? Não sei !
Na negociação existe a expectativa por um acordo, isto é, preço e, após o desfile de propostas, também nada se efetivar. Porém a intenção é uma troca. Estão no tabuleiro as necessidades de ambos e o desfecho pode ser determinante para a preservação, expansão ou perdas dos interesses de um dos lados.
Do diálogo, nós eleitores já participamos, será que os eleitos darão satisfações do que esteja sendo negociado ?
Qual o resultado da intrensigência da oposição ?
Está claro que a recusa em negociar é um diálogo em si mesmo !
Num diálogo não precisa haver contendores, isto é, na franca manisfestação de ideias não resulta em vencedores e vencidos. Quer me compreender ? Apenas ouça o que tenho a dizer ! Concordar ou discordar é uma prerrogativa de quem ouve !
Neste aspecto o Parlamento dialoga o tempo todo !
Produto deste diálogo contínuo ? Despertar a sensibilidade e possivelmente desencadear alguma negociação.
Apenas um aviso aos eleitos: minha dignidade não está à venda !
Amor é fundamental

Militares

O que mais me entristece é a nossa péssima formação !
Sem formação sólida não conseguimos nos defender da informação desvirtuada !
A questão é: como superar a péssima formação sem informação ?
Sem esforço e um investimento elevado na esfera individual nada acontece. Como saber se algo é ótimo ou péssimo ? Somente pelas controvérsias !
...
Política é o espaço das controvérsias e destas controvérsias devemos retirar o óleo essencial ou pedra filosofal.
Militares são pessoas boas ou ruins ? Dignas ou não ?
Tudo dependerá da percepção e objetivo das pessoas ! Não é relativizar o objeto e sim os sujeitos !
Antes de considerar bom ou ruim devemos compreender de modo positivo um órgão militar para, depois, avaliar sua adequação ou inadequação.
O militar está associado à guerra !
A guerra é boa ou ruim ! Apenas temos condições de julgá-la nestes parâmetros enquanto ela puder ser evitada !
Qual a função de um militar ? Evitar a guerra !
Ninguém é mais preparado ou se prepara que um militar para saber o custo de um conflito bélico.
Não precisamos ir muito longe para constatarmos o que falo. Se fôssemos sensíveis ao significado das palavras e comprometidos com o seu verdadeiro uso teríamos a compreensão de imediato pelo simples fato de que o Ministério que responde  pelos militares é o Ministério da Defesa e não Ministério da Ofensiva.
Sim, os militares se prepraram para a guerra, mas não são ávidos por ela e não são irresponsáveis para expor a vida de uma nação ao perigo desnecessário.
Depois do avanço tecnólogico o risco de destruição em massa se concretizou e a guerra não se restringe mais ao simples teatro de operações ou jogos de cavalaria.
A propaganda contra militares feita por militantes é desastrosa.
Quem se interessa pela paz não deve desmerecer seus militares porque são eles os profissionais que se expõem ao perigo para preservá-la.
Existe uma propaganda criminosa contra as Forças Armadas e a imprensa sistematicamente desmoraliza a PM, órgão fardado do policiamento !
O governo militar entre 1964 e 1984 no Brasil teve o propósito de evitar uma guerra civil motivada e patrocinada por interesses internacionais.
O Serviço Nacional de Inteligência manteve as instituições democráticas enquanto elas não prejudicavam o trabalho de contenção dos conflitos armaddos e ações terroristas.
A censura que houve tinha por objetivo evitar pânico ou incitação a um conflito maior !
Após 50 anos da intervenção administrativa pelas Forças Armadas precisamos olhar o episódio histórico traumático com menos ruído e fortalecer o que a muito custo foi preservado.
Não precisamos ser reacionários, mas sim gratos !
Quem lamenta as torturas ocorridas durante o período recrusdecido do conflito deveria também responsabilizar os agentes que ludibriaram jovens de boa vontade que foram seduzidos por ideologias oportunistas.
Amor é fundamental

domingo, 2 de novembro de 2014

Governo Militar

As pessoas são muito bobinhas mesmo !
Quem solicita um governo militar deveria saber que nosso governo já é militar !
Dilma Roussef, enquanto Presidente da República, é o Chefe Supremo das Forças Armadas.
O que as pessoas querem ? Generais no comando ? Já estão !
...
Toda diplomacia e ações de governo são apreciados por um Conselho de Guerra !
Todo Estado se comporta desta maneira e todos brasileiros são responsáveis pela soberania do país !
O objetivo de todos é a defesa do território nacional e a dignidade da população ! Cada um colabora para isso conforme suas habilidades, disposição e consciência ou senão pagando impostos simplesmente.
As Forças Armadas possuem a finalidade específica de defender o Brasil de ameaças externas.
As decisões internas cabem a nós civis !
Oportunistas que ocupam cargos eletivos transferem o ônus de suas omissões para o Judiciário e nós eleitores não devemos transferir o ônus de nossas omissões às Forças Armadas.
Lembremos que uma pessoa fardada é um alvo fácil e é uma falta de caridade expôr quem se dedica à nossa proteção a perigos desnecessários ou situações vexatórias.
Convocar os militares para uma intervenção administrativa ? Mais que um elogio a eles é uma grande decepção para todos !
Não somos capazes de administrar ou escolher um grupo de administradores eficientes para nosso país ?
Devemos agradecer os militares pelas intervenções realizadas e, ainda mais, por não ouvirem os apelos constantes dos medíocres.
As Forças Armadas já pagaram um preço histórico altíssimo pela nossa falta de participação política !
Temos uma Constituição democrática em nossas mãos ! Um território rico em recursos naturais !
Quem deseja Ordem e Progresso deveria saber, antes de qualquer coisa, o que o dístico de Nossa Bandeira significa!
Amor é fundamental

sábado, 1 de novembro de 2014

O Brasil e o que Aécio chama de medo do PT

 Nós brasileiros desconhecemos a importância de nosso país !
Somos um continente com vários recursos naturais e conseguimos manter um idioma comum para um território gigantesco.
Nada disso foi conseguido sem esforço, sacrifício ou violência !
A diversidade linguística nativa foi debelada com a receita nefasta do simples extermínio de seus falantes.
...
Desde o início o Brasil foi uma constelação de portos e o seu interior desprezado. A vegetação sem utilidade marítima era incendiada sem cerimônia.
Em Portugal não havia tantas pessoas para povoarem o Brasil e seus exemplares mais rudes vieram para cá desbravar.
Este terrítório imenso era (e ainda é) por demais cobiçado e nós que herdamos um direito natural sobre ele o desprezamos com ilusão de outros paraísos de civilização. Idiotas que somos, desde o início o paraíso foi aqui e nós continuamos destruí-lo sistematicamente.
A nossa paz é mantida por consórcios internacionais e sempre, desde Portugal, somos beneficiados por uma diplomacia exímia e competente.
O que isso tem a ver com Aécio, medo e PT ?
O PT é fenômeno histórico e totalmente integrado. Não é um fenômeno novo, mas é vestimenta recente de uma contestação controlada e contida, uma válvula para a caldeira não explodir.
O PT merece respeito devido à sua competência em conter levantes e o que Aécio chama de medo faz parte da farsa para conter a ansiedade de quem teve privilégios adiados.
Quem se aproximar da política perceberá que nunca houve oposição no Brasil, porque é ingenuidade considerar desabafo de instisfeitos como oposição.
Refletem na estrutura política as características da estrutura econômica: monocultura em tudo. É o que vemos na agricultura desde a origem da colonização e consideramos a troca do artigo cultivado como mudanças extraordinárias, o que não deixa de ser em certa medida, pois há alterações de técnicas e habilidades novas são exigidas, proporcionando mercado para novos atores.
Na Eleição de 2014, dos 11 presidenciáveis, 4 participaram do PT (Marina Silva, Luciana Genro, Eduardo Jorge e a presidente Dilma Roussef), isto é, 1/3 dos candidatos foram militantes e exerceram cargos eletivos pelo PT em oportunidades recentes.
Quem disser que o PT não merece respeito tenta negar o óbvio e ninguém nunca teve medo do PT, como diz Aécio, a não ser que seja uma convicção íntima e sincera de quem se coloca à disposição de ser o líder da oposição, mas não reflete um pensamento coletivo.
O PT só alcançou a abragência e sucesso que teve com o patrocínio da Igreja Católica, aliás, Portugal também é tributário do Vaticano, pois obteve todo sucesso colonizador com a dedicação missionária de jesuítas e párocos.
A Igreja Católica predomina no Brasil e é ela tutora senão idealizadora do PT, portanto ninguém teme e nunca temeu o PT.
Socialistas e Comunistas ? Sim, o PT acolheu, porém sempre com a estratégia de acalmá-los e contê-los, tanto é que eles (ou, pelo menos quem brada algum discurso mais radical) foram se afastando e definhando ao longo do tempo: PSTU e PSOL.
Então, o que acontece agora ?
É preciso desmoralizar o PT para ceder lugar para outros protagonistas, para substituir os aproximadamente 50 mil cargos do Governo Federal e financiar candidaturas nos Estados e municípios.
Sempre foi assim, qual o problema agora ?
Os evangélicos ! Não há como fazer isso sem abrir espaço para os evangélicos. A eleição do Congresso evidencia isso !
Este é o impasse e o drama da Igreja Católica, por isso, o assanhamento pela Reforma Política.
A LISTA FECHADA seria uma benção para a Igreja Católica continuar no comando pleno da situação.
Colocar Aécio como candidato natural, desde já, é uma maneira de minar as adesões de Marina Silva, evangélica notável.
O 2° turno mostrou que somar a estrutura de um grande partido com um candidato evangélico é a maneira mais viável de tirar o PT do comando.
Ninguém perdeu o medo que nunca teve e Aécio já está plantando a próxima derrota !
Amor é fundamental

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

O PSDB já entrou nesta eleição para perder e agora quer recontagem dos votos ?

Alguém foi convidado para participar das convenções partidárias antes das eleições ?
Ou as acompanhou pela tv ?
Juro que tentei, mas o assunto que monopolizava a imprensa era a Copa do Mundo no Brasil !
Não sou e nunca fui contra a Copa Fifa apenas acho uma infelicidade o evento acontecer no mesmo ano das eleições nacionais e acontecer no país 2 anos... antes das Olimpíadas do Rio de Janeiro. Quem gosta da badalação de erguer a taça na festa promovida por outros países também deve arcar com as despesas de realizar a festa algum dia, mas acho que o momento era sem propósito para o país. Talvez não fosse para quem possui interesses inconfessáveis.
Voltemos ao PSDB !
O que seria debatido numa convenção partidária ?
1) Quantos e quais partidos lançarão candidatos a Presidente da República ?
2) Quem são as personalidades expressivas de cada partido ?
3) Qual é a estrutura de que eles dispõem ? Congresistas, Governadores, Prefeitos de Capitais e cidades de grande porte, extensão da capilaridade.
4) Quem possivelmente desistiria da candidatura para compor uma dobradinha ? O que pediria em troca pela composição ?
Estas são perguntas básicas e poderiam ser parcialmente respondidas sem consultas, vamos lá:
1) Não sabemos quantos partidos lançariam presidenciáveis, mas há a certeza da candidatura da atual Presidente da República concorrendo à reeleição.
2) No PSDB nós temos Aécio Neves, José Serra, Tasso Jereissati... No PSB existe Eduardo Campos
3) PSDB possui o governo de São Paulo, Minas Gerais...
4) ??? Eduardo Campos do PSB ??? Pastor Everaldo do PSC ??? Eduardo Jorge do PV ??? para considerarmos o mais expressivos
1) Diante da candidatura natural da atual Presidente da República e ser historicamente muito difícil derrotar o governante que jogo seria melhor para o partido ?
2)  É mais importante eleger o Serra, Jereissati e Anastasia senadores e ampliar nossa bancada no Senado...foi o que aconteceu ! Parabéns !
3) Aproveitaremos nossa capilaridade para eleger novos senadores...foi o que aconteceu ! Parabéns !
4) Eduardo Campos não abre mão de sua candidatura, mas comom podemos fidelizar seu apoio no 2° turno ? Vice-governador de São Paulo para o PSB... foi o que aconteceu. Parabéns !
Há outros partidos para compor uma dobradinha, mas o PSDB preferiu sair com chapa puro-sangue por quê?
Num país com as dimensões do Brasil é impreticável concorrer sem parceria com outros partidos.
Para entregar o jogo e garantir o resultado da Presidência da República para o PT !
Se não fosse assim bastaria o PT lançar uma personalidade mais expressiva para concorrer ao Governo do Estado de São Paulo como ocorreu em Minas Gerais. Em Minas o PT ganhou e em São Paulo poderia ameaçar tirar o maior Orçamento Estadual da mão do PSDB.
O plano quase falhou e o PSDB quase ganhou a Presidência da República.
É necessário acalmar o eleitorado que quase fez a virada por conta própria !
O que fazer ?
Prejudicar o espírito republicano questionando a legitimidade da lisura do processo eleitoral.
Nada me surpreende, sendo que Aécio Neves é o presidente nacional da sigla, atual senador e o próprio presidenciável !
Esses são os resultados da concentração de poder e as consequências são a fragilidade das instituições e o desânimo eleitoral porque sem a grande abstenção mais difícil seria a previsibilidade da eleição.
Há uma Agenda que une todos os partidos atualmente: manter o afastamento do eleitor da processo eleitoral e para atingir este objetivo toda decepção é favorável. Para decepcionar basta um escândalo de corrupção aqui, um debate com temas frívolos ali e assim por diante.
Tivesse o partido que dar satisfação deste joguinho para o eleitor disposto virar a mesa durante as convenções partidárias para ver se o resultado não seria diferente !
Amor é fundamental

Nova Direita ?

O professor aposentado da USP, Paulo Eduardo Arantes, fala que surgiu uma "nova direita" no Brasil a partir dos protestos de junho de 2013.
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1541085-nova-direita-surgiu-apos-junho-diz-filosofo.shtml
Há vários equívocos nesta afirmação, a meu ver !
Qual a definição de direita ? Se for o antagonismo da esquerda... baseado na definição do que é esquerda já podemos jogar a afirmação do professor no lixo.
O governo militar brasileiro entre as décadas de 1960 e 1980 foi um governo de direta ? Somente porque havia um movimento socialista e/ou comunista como oposição e com a dramaticidade das ameças de guerrilha ?
Ninguém é bonito somente porque recebe o ódio e/ou inveja dos feios !
Depois procura-se dar uma super valorização às passeatas de junho de 2013 ! 1968, o ano que não terminou ? Onde estava a "nova direita" ? Nas ruas é que não estava ! Se podemos considerar o surgimento de alguma "nova direita" foi mais por aversão à futilidade das passeatas.
O professor faz umas associações inadequadas e argumenta que a "nova direta" não pretende participar do governo. Isso também não é direita e muito menos um comportamento novo. Quem não pretende participar do governo são os anarquistas.
Seriam os anarquistas que estão em evidência e o professor chama de "nova direita" ?
É possível alguém afirmar que os anarquistas são mais ligados com a esquerda que com a direita...quando a esquerda não estava no governo, obviamente !
Outro fato equivocado é dizer que a "nova direita" não pretende participar do governo por não precisar, uma vez que é financiada pelas grandes corporações, considerando a experiência estadunidense.
Nada mais falso que associar a direta com grandes corporações; isso é um preconceito da esquerda ! A direta é contra o monopólio e é claro que as grandes corporações buscam o monopólio ao financiar qualquer projeto político. A livre concorrência é a essência do liberalismo econômico e o liberalismo econômico é um dos valores defendidos pela direita. Em consequência, deriva-se outro equívoco ao associar toda experiência estadunidense como direita. Isso é outro preconceito da esquerda ! Historicamente, a direta predomina nos Estados Unidos, porém nem tudo que acontece nos Estados Unidos é um fenômeno restrito à direita.
No Brasil, devido ao panelaço da esquerda promovido pela imprensa por mais de 50 anos, perdeu-se a ideia clara do que seria a direita.
Latifúndio é direita ? Que eu saiba latifúndio é feudalismo !
São os grandes proprietários que preenchem os partidos de direita, alguém pode dizer, aliás, como sempre foi dito recentemente. Isso acontece pelo simples fato de que a direita defende o direito de propriedade. Veja a incoerência e desmoralização da esquerda se os latifundiários preenchessem os partidos de esquerda.
Podemos perceber apenas que ocorre sempre o mesmo fenômeno. Quem pretende concentrar poder deformará todas as teses políticas e programas partidários para consumar o oportunismo.
Curral eleitoral, clientelismo, patrimonialismo, assistencialismo, nepotismo, fisiologismo são vícios de quem pretende concentrar poder e perpetuar-se nele. Para isso, tanto faz a sigla partidária ou espectro ideológico para quem não possui escrúpulos.
É importante posicionar-se entre direita e esquerda, mas esse debate somente será edificante quando aprendermos a identificar os oportunistas de toda sorte e evitarmos de associar desvios de conduta ao espectro ideológico.
Compra de votos ?
Constestação ao governo ?
Nenhuma atividade governamental nociva ou insatisfação popular será exclusividade de qualquer ideologia !
Não vejo nada de novo e também não me precipito em definir como direita.
Nas urnas predominaram parlamentares conservadores apesar da juventude nas ruas em 2013 ?
Vejo apenas uma nova geração procurando evitar alguns excessos da auspiciosa e extrordinária geração anterior.
Um fenômeno tão antigo desde que o mundo é mundo !
Amor fundamental 

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

A Direita

Azul ou vermelho ?
No Brasil é praticamente o que discutimos !
Azul é direita e vermelho é esquerda !
Azul é diferente de vermelho, portanto direita é tudo o que a esquerda rejeita !
...
Outras cores na paleta ? A esquerda se antecipa em rotular de alienação.
A esquerda é revolucionária, pensante, necessária e legítima.
O que seria a direita ? Se perguntarmos a um alienado ele responderá que não sabe, mas a esquerda definirá a direita com os termos contrários: conservadora, néscia, fútil e usurpadora.
Que metodologia mais inadequada e desonesta.
O debate dificilmente deixará de ser uma guerra fria.
O Brasil ainda possui várias deficiências e fazendo uma comparação com outros países é fácil perceber que permanecemos no feudalismo.
Como no feudalismo os nossos pensadores se acomodam nos gabinetes e sonham com alguma cátedra em alguma universidade financiada pela Igreja.
O que se sentem de esquerda são movidos por um cristianismo idílico em que dar aos pobres é emprestar a Deus e sua energia intelectual é imaginar maneiras inovadoras de distribuir a riqueza gerada por outros.
Há mais professores militantes que pensadores de esquerda.
Se a academia brasileira não fosse monopolizada por militantes de esquerda todos conheceriam os pensadores de direita (há um círculo vicioso nisso: as editoras só publicam autores que as universidades solicitam).
A direita, porém pouco foi motivada em justificar suas práticas, e somente se preocupou em prosperar, em proteger suas conquistas e ainda financiar as ações sociais que estivessem ao seu alcance.
É irresponsável afirmar que a direita é formada exclusivamente por ricos e por pessoas interessadas em explorar os demais.
As ideias defendidas pela esquerda foram divulgadas com o auxílio da tecnologia desenvolvida pela direita.
Observado este simples fato é injusto acusar a direita pelo o atraso da humanidade.
O conflito entre opressores e oprimidos sempre existiu e o opressor já vestiu todas as cores e bandeiras generosas possíveis.
Quais são as questões ?
Quem mais trabalha mais acumula ?
A maioria não consegue trabalhar porque lhe faltam meios de produção ?
É mais feliz quem mais consome ?
A maioria não consegue consumir porque lhe falta trabalho ?
Tanto a direita quanto a esquerda procuram dar respostas a estas questões.
São respostas diversas e é inútil tentar moralizar estas questões !
Irá depender da cultura de cada grupo a adoção de uma resposta ou outra e o que mais importa é preservar a democracia e o esclarecimento contínuo como mecanismos para esta adoção não seja violentamente imposta a quem pensa diferente. Porque se assim não for haverá conflitos difíceis de resolver.
De qualquer maneira a realidade sempre estará entre os extremos. Os excessos são eventos que o sensacionalismo exalta e preenchidos por oportunistas.
A direita é muito mais do que uma simples aversão pela esquerda. A direita é um conjunto de valores e práticas que já contribuíram para o desenvolvimento da humanidade e que ainda pode contribuir.
Conservadores: conservemos a sensatez
Néscios: conservemos a simplicidade
Fúteis: conservemos a alegria
Usurpadores: conservemos o poder
Alienados: conservemo-nos longe das intrigas
Amor é fundamental

Todo poder emana do povo

Alguém poderia definir a palavra povo ?
A multidão insatisfeita que se eleva nas ruas é povo ?
A massa é povo ?
Todos falam em nome e pelo bem do povo.
...
A elite faz parte do povo ?
O povo do nordeste é um povo diferente do povo do sul ?
A Reforma Política e o Decreto 8.243 são para o bem do povo !
Qual é a expressão concreta de povo ?
Qual é a expressão abstrata de povo ?
A abstrata eu conheço: Congresso Nacional e os Legislativos Estaduais e Municipais.
Conselhos de qualquer espécie não é uma expressão abstrata e muito menos concreta de povo pelo simples fatos de discutirem temas muito específicos e interesses imediatos de cada segmento.
É no Congresso Nacional e demais Legislativos em que os temas se fundem e são apreciados de uma perspectiva do todo porque há a contribuição de várias vozes de interesses contraditórios ou solidários.
Como se compõe a maioria no Legislativo ? Quais os critérios e motivações ? Os representantes são éticos ?
Quem garante a ética dos membros de conselhos e movimentos populares ?
Maior participação e maior fiscalização como ?
A expressão concreta de povo talvez seja o recolhimento de impostos: toda produção e todo consumo são taxados. Por isso, os indivíduos são rotulos em categorias gerais: classe A, B, C.....até sabe lá qual letra.
A expressão concreta de povo poderia ser outra: interfiro no mundo com o objetivo de concentrar poder ou de compartilhar poder.
Formar sovietes não é garantia de compartilhar poder e é uma ilusão achar que os sovietes já não estão constituídos ou precisam de regulamentação.
Não há expressão popular superior ao Poder Legislativo e qualquer pronunciamento apartidário é uma agressão à Ordem Social.
Escolhemos mal os representantes ? As alternativas são lamentáveis e desanimadoras ?
Cadê o povo ?
O povo que preeenche as ONGs não pode preencher os partidos ?
--- "Os políticos são sujos e não nos representam ! São corruptos !", dirão os embriagados de virtude sem dar espaço para os embriagados vinho ou de poesia.
As ONGs não sabem quais são os seus propósitos ? Que tal começar pelo auto exame e propor própria extinção, mais que tentar diminuir as prerrogativas do Legislativo ?
A Reforma Política é um despropósito, a desmoralização do Legislativo, uma aberração e o decreto, decrépito !
Amor é fundamental

Marina e a Rede

Muitas surpresas podem acontecer como muitas já aconteceram !
Marina passou de protagonista à coadjuvante nesta eleição hospedada no PSB.
Fazia parte do acordo entre a candidata a vice-presidente retornar à Rede Sustentabilidade após a eleição, porém com a insistência de Reforma Política e já a antecipação de um possível consenso em torno da cláusul...a de barreira para evitar recursos para os partidos novos sem 5% do eleitorado confirmado nas urnas em todo Brasil, estar num Partido com a musculatura do PSB em vez de conseguir efetivar a Rede é uma situação favorável que não deve ser desprezada.
Todo esforço para registrar a Rede poderá ser em vão !
Marina não é cacique ! Na discussão sobre qual candidato ela apoiaria no 2° turno houve bastante resistência de membros da Rede.
A Rede é um grande ensaio de um partido moderno, mas vale lembrar que o PSDB também inspirou entusiasmos na sua fundação com o mesmo apelo de modernidade.
Se a energia investida para formar novos partidos for direcionada para formar novos quadros nos partidos antigos, acredito que é possível colher resultados mais gratificantes, efetivos, duradouros e mais rápidos.
Mais que plantar novas árvores precisamos dar seiva para as velhas e aproveitar sua estrutura frondosa no tempo e no espaço.
O imprevisível ofereceu para Marina e demais pessoas dedicadas ao processo político uma nova possibilidade para se posicionarem.
Alguns contratempos são dádivas do próprio tempo para que a sabedoria da experiência e o vigor de novas circunstâncias se encontrem em relizações prodigiosas.
Amor é fundamental

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Boff e o fundamentalismo

 Genésio Boff nos explica que o fundamentalismo religioso nasceu quando a Universidade Princeton publicou uma coleção de livros denominada "Fundamentals: Tetimony of Truth" (Fundamentos: Testemunha da Verdade) quando os protestantes presbiterianos estadonudienses provocaram um debate sobre os costumes da sociedade moderna no século XIX. http://www....jb.com.br/leonardo-boff/noticias/2014/10/06/a-doenca-do-fundamentalismo/?from_rss=None
De acordo com o ex-frei, as Cruzadas não seriam consideradas guerras de fundamentalismo religioso, isto é, cristãos europeus contra o Islã, simplesmente por serem anteriores as publicações de Princeton.
Nada mais esdrúxulo !
Não sejamos precipitados, a intenção não é encontrar o primeiro equívoco sobre o fundamentalismo, mas mostrar a campanha irresponsável que Boff faz para dividir protestantes e católicos e a repercussão política e eleitoral, uma vez que seu artigo sobre a sujeição de Marina Silva ao "fundamentalismo evangélico", foi distribuído como material de campanha no 1° turno em favor da candidata do PT.
Antes demais nada precisamos ser sinceros e não misturar fundamentalismo com fanatismo. Se há discordância ao que os presbiterianos dos Estados Unidos consideraram como fundamentos da Bíblia ou do Evangelho, é necessário evitar a acusação de fanatismo religioso, porque a discussão se torna estéril, que não sei, se esta é a real intenção de Genésio Boff.
Vamos fazer algumas reflexões:
1) fanatismo religioso - do ponto de vista do Evangelho, fanatismo e religião são termos excludentes. O fã adora um Deus e o Evangelho deixa que religião não é adoração, mas viver em comunhão com Deus, fazer a vontade de Deus como um pré-requisito para viver em estado de graça.
2) bíblia não é Evangelho - o que chamamos de Antigo Testamento é um livro sagrado para a religião judaica e determinou a cultura dos hebreus. Somos brasileiros e a Constituição Federal é o documento que deve orientar nossas relações sociais. Qualquer código doutrinário de alguma religião deve estar abaixo da Carta Magna.
3) Evangelho é uma reportagem sobre a vida e ensinamentos de Jesus. Jesus nada escreveu !
4) Cultura não é Religião: cultura é o conjunto de hábitos de um grupo social e suas narrativas e religião é a prática de se relacionar com o misterioso.
5) o fundamento não é fanatismo: fundamentos são princípios sobre os quais são apoiadas outras considerações e fanatismo é adoração, comumente desprovida de reflexão.
6) fundamento também não é intolerância: não desejar ouvir a opinião de um não praticante de sua crença expressa sobre ela não é intolerância porque intolerância é não permitir que outro expresse qualquer outra crença.
7) o fundamento do Evangelho é o Amor.
Diante dessas questões voltemos ao artigo de Genésio Boff !
O grande público, por repetição da mídia, compreende e até teme a palavra fundamentalismo porque ela é atribuída aos terroristas árabes que se declaram muçulmanos. Portanto, existe uma associação direta entre fundamentalismo e terrorismo, que é vinculado ao fanatismo religioso porque terroristas árabes se declaram religiosos.
Em primeiro lugar: cada pessoa pode se autodeclarar qualquer coisa e fazer em nome desta coisa algo incoerente ou contrária a esta coisa.
Genésio Boff tenta deliberadamente transferir o medo que as pessoas possuem dos terroristas árabes para os evangélicos, que agora, toma o cuidado de usar a expressão protestantes.
Porque, se o termo fundamentalismo foi usado primeiramente para designar o movimento, talvez conservador ou reacionário, protestante estadunidense; o comportamento deplorável associado a movimentos religiosos não surgiu com a prática protestante.
O primeiro desatino entre religião e política foram os reinados teocráticos da antiguidade que ainda lutamos por nos desvencilhar.
O Evangelho é um  movimento para libertar as pessoas dessas confusões e o seu papel é colocar as controvérsias em seus devidos lugares e campo de apreciação.
Genésio Boff é um irresponsável !
Amor é fundamental

O Big Bang à italiana

O frisson da semana é a declaração do Papa Francisco aceitando a teorias do Big Bang e da evolução como corretas por compreender que elas não invalidam a existência do Criador.
Haja misericórdia para todos ! Uma declaração que não possui valor religioso nem científico !
Uma massa depender do veredicto de um monarca para dar crédito a algum assunto é... uma miséria social.
A existência de Deus não precisa ser provada e muito menos ser colocada à prova: é um ato de fé ! Deus é a verdade absoluta não por negar outras verdades, mas sim por ser uma fonte de Graça para quem Nele acredita. Talvez seja isso que Papa Francisco procura ensinar com o seu gesto de reconhecimento de algumas teorias científicas, porém a questão mais honesta é que a Igreja não precisa opinar sobre isso e que a sua opinião, do ponto de vista científico, é irrelevante !
Basta ler o Evangelho para compreender o quanto a atitude de Jesus era científica, principalmente, na interpretação das Escrituras. Jesus fazia considerações sociológicas, econômicas, antropológicas, psicológias e toda expressão que a racionalidade alcança. O comportamento de Jesus era positivo e dialético. Aplicava as Escrituras como documentação histórica e não se limitava à leitura devocional.
Tanto faz o Papa ou a Igreja reconhecer ou deixar de reconhecer qualquer coisa, pois o Evangelho liberta as pessoas por meio da verdade e buscar a verdade é um comportamento científico independente da autorização das autoridades vigentes.
Ao considerar a Ciência, a opinião do Papa perde ainda mais o sentido ! Porque muitas teses são incertas ou colocadas em dúvida: Plutão era classificado como planeta, depois como meteoro e novamente pode ser classificado como planeta.
Corre-se o risco do Papa alimentar o "fanatismo científico" ou "ciência dogmática", aberrações plausíveis dada a violência constante da Igreja contra a liberdade de pensamento.
Se já é um desastre misturar Igreja com Religião, imagino um desastre maior misturar Igreja com Ciência.
A César o que é de César...bem, somente agora percebo a minha ingenuidade, os sacerdotes não possuem rei senão César !
O mea culpa proveniente da instituição que humilhou a opinião científica de Galileu é insignificante. A Igreja será gloriosa quando ensinar o Evangelho e promover a alfabetização de seus fieis !
Amor é fundamental

terça-feira, 28 de outubro de 2014

O Evangelho rejeita os sacerdotes

É suficiente ler o Evangelho de João para compreender que o Evangelho rejeita os sacerdotes.
Os sacerdotes foram os assassinos de Jesus e continuam sendo os assassinos de Deus, porque asfixiam as pessoas com idolatria, penitências e reprimindo o testemunho da verdade.
Jesus não se distraiu com rituais e celebrações e muito menos impôs sacrifícios. E...steve presente em eventos apenas para dar publicidade de Sua mensagem incômoda.
Jesus mostra o quanto a ideia que nos foi transmitida de santidade e os meios para adquiri-la é uma opressão.
Todo indivíduo pode e deve ser seu próprio juiz e conselheiro. Todo fiel assume o compromisso de ser testemunho da verdade e o Espírito Santo é a grande inspiração !
Quanto mais próximo da verdade maior é a liberdade, desfrutá-la é a confirmação do estado de graça !
Vigiar e orar é o grande método de auto aperfeiçoamento, ou seja, apreciar os fatos e refletir sobre eles !
Dedicar-se ao bem do próximo, aliviando-lhe as dores quando possível, é a maior expressão de dignidade.
Questionar a submissão e compartilhar o conhecimento, para que a justiça seja consolidada, são a maior expressão de generosidade.
No 1° turno desta eleição no Brasil, propagou-se a ideia de "fundamentalismo evangélico" para "desconstruir" a credibilidade de alguns candidatos ao Legislativo e à Presidência da República.
Se estas pessoas que erraram por má-fé ou desconhecimento e induziram tantas outras ao erro, com a colaboração da imprensa, atingiram seus objetivos é um fato que precisamos absorver ou amargar as consequências. Não estávamos preparados para a difamação do Evangelho numa disputa eleitoral, mas podemos evitar tal agressão em eleições futuras.
O Evangelho é claro em reprovar o comportamento sacerdotal e responsabiliza os sacerdotes pelo assassinato de Jesus.
Portanto, quem se diz evangélico e se submete aos caprichos de qualquer autoridade religiosa, contradiz o Evangelho.
Se há algum movimento que mereça ser identificado por "fundamentalismo evangélico", de maneira elogiosa ou pejorativa, é incoerente a participação de padres, pastores ou correlatos.
Também nesta eleição foi propagado o equívoco de associar os evangélicos à intolerância à homoafetividade. Nada mais absurdo e violento, pois o Evangelho nada diz a respeito da homoafetividade. Cada indíviduo que responda por si próprio quanto a este assunto, porque é testemunhar contra o Evangelho usá-lo para apoiar uma opinião favorável ou contrária.
Jesus disse que para sermos reconhecidos como Seus discípulos devemos amar uns aos outros !
Cada um saberá amar o próximo de acordo com a verdade que testemunhar, com a liberdade que desfrutar e com a graça que merecer !
Cultura não deve ser confundida com religião.
Vida em abundância foi o que Jesus nos ofereceu.
O Espírito Santo ensinará todas as coisas !
Amor é fundamental

Jesus ou Barrabás ?

São recorrentes os cartazes com dizeres sobre Jesus ou Barrabás e que a população preferiu o ladrão quando houve a oportunidade de escolher.
As pessoas sem compromisso ou intimidade se aproveitam deste episódio para lamentar o resultado da eleição presidencial do Brasil deste ano.
A livre associação entre ideias é legitimada pelo contato superficial... da maioria das pessoas com o Evangelho, mas não pode ser justificada com quem se auto declara e é reconhecido como ministro da Palavra. O caso do Pastor Malafaia evidencia o mal uso e abuso do Evangelho para finalidades  individuais e imediatistas.
Apreciemos o Evangelho de João:
1) Jesus foi levado contra a própria vontade a julgamento;
2) Jesus era inocente no aspecto civil, mas contrariava a autoridade dos sacerdotes;
3) Jesus foi difamado pelos sacerdotes;
4) os sacerdotes tiveram a iniciativa de prender Jesus;
5) Pilatos não viu motivos para condenar Jesus;
6) os sacerdotes acusariam Pilatos de traição a César se Jesus não fosse condenado;
7) a população estava influenciada pela difamação que os sacerdotes promoveram contra Jesus.
Apreciemos o processo eleitoral brasileiro:
1) os candidatos se inscrevem para concorrer;
2) os 2 partidos que disputaram o 2° turno possuem histórico de corrupção em seus mandatos;
3) os candidatos foram difamados pelos adversários;
4) lideranças religiosas se dividiram para apoiar os 2 candidatos;
5) a população reelegeu a atual presidente com uma vantagem muito pequena de votos.
O que podemos entender ?
1) a eleição não é julgamento porque não há condenados ou absolvidos, o que existe é uma cultura em considerar a derrota como uma punição.
2) o objetivo da eleição não é apurar culpa ou inocência de alguém e sim a capacidade administrativa do futuro presidente.
A eleição é mais simples que um julgamento e os eleitores brasileiros são menos alienados e menos submissos aos sacerdotes que os hebreus daquele tempo.
O Pastor Silas Malafaia errou gravemente porque tenta influenciar a população (seus fieis) contra a atual presidente reeleita com a sugestão que ela possui defeitos  (Dilma = Barrabás) em comparação às virtudes que o candidato derrotado não possui (Aécio = Jesus). É uma comparação ofensiva por ser muito desproporcional e apelar para fé e carinho que devotamos a Jesus.
Decepcionado por não poder dizer que a sua pregação influenciou os resultados da eleição, acaba por testemunhar contra o Evangelho por excesso de vaidade.
Pela misericórdia de Deus e para o bem da humanidade o Evangelho não precisa de sacerdotes.
A maturidade da democracia também emancipa os eleitores da tutela de quem quer que seja !
Amor é fundamental

Veja, não diga que a canção está perdida

A urna frustrou o mercado, a imprensa e um fenômeno recente: direitistas ativistas.
 Mais 4 anos de guerra !
Na falta de alcance do efeito escândalo da Veja, a próxima bateria será o impeachment, vaticina Reinaldo Azevedo: "se ficar provado que Dilma sabia de tudo sobre a corrupção da Petrobrás, é uma forte razão para o impeachment".
A chantagem, reve...stida de ficalização, continua. O interessante é saber o motivo de não fiscalizarem antes ! Ou o rigor no Brasil aumentou ou perdeu-se o pudor em chantagear publicamente o titular do Poder Executivo.
O brasileiro não é idiota e há muito sabe que são as raposas que cuidam do galinheiro, pois sempre vimos um Legislativo incompetente ou inerte ou vendendo governabilidade (mensalão) ou vendendo obstrução de CPI (petrolão) ou, o de sempre, submisso diante das emendas parlamentares do Orçamento.
Onde começa este Legislativo lesivo ? Nos partidos políticos e mais acentuadamente nos que são gerenciados por comissões provisórias.
Faço estas observações porque no discurso de vitória da Presidente reeleita muita ênfase foi dada à Reforma Política como boa vontade em dialogar com lideranças pulverizadas de um eleitorado insatisfeito.
Isso tudo será distração ou desastre !
Quem detém o poder é capaz de realizar mais o mal do que o bem e quem detém um poder excepcional ou absoluto multiplicadas são as chances de desgraça. Se houver uma Reforma Política, ela será apenas para legitimar o que já acontece em segredo.
Nossas instituições são extremamente frágeis porque são vazias. Não fomos educados e, muito menos, estimulados a participar.
A única maneira de o brasileiro se defender de qualquer forma de opressão é a ocupação dos partidos.
Partidos com diretórios atuantes e a escolha de novos perfis para candidatos.
Precisamos de novas lideranças para diluir o poder absoluto que o poder econômico vem patrocinando.
Esqueçam os partidos novos e de pouca expressão porque, no primeiro momento, o consenso, talvez, será apenas em torno da cláusula de barreiras, que é a maneira de reduzir a quantidade de siglas no Congresso.
Propostas ainda mais perigosas vêm sendo ventiladas e a pior de todas elas é a Lista Fechada !
Mestres do segredo continuarão agindo em segredo e comprando cumplicidade (o pior que compra com o nosso próprio dinheiro).
Todo rigor que se procura instaurar com nossos aplausos entusiasmados nada mais é que fortalecer ainda mais a já imensa concentração de poder.
Um degrau de cada vez, e, tudo começa com a simpatia e serenidade nos debates !
Questionemos o primeiro degrau e façamos dele um momento para destinguir reforma eleitoral de reforma política, porque quem pretende concentrar poder tentará tornar as eleições cada vez mais previsíveis.
Amor é fundamental

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

A crise hídrica tem o DNA do PSDB

As pessoas buscam o poder e para isso se associam, sem pudor, com qualquer  grupo que possa viabilizar o projeto.
Os objetivos prioritários dos patrocinadores de campanha ou apoiadores são o monopólio, privilégios em repasses de recursos e cargos públicos. Quase sempre em detrimento da qualidade do serviço oferecido devido à proteção do governante....
Onde estão concentradas as secas inéditas da região sudeste? Sistema Cantareira em São Paulo e no Vale do São Francisco em Minas Gerais. 2 Estados recentemente e por longo tempo administrados pelo PSDB. O PSDB nenhuma responsabilidade quer assumir pelo problema ?
Ninguém esperava que um fato tão grave como a seca, que afeta a agricultura, a indústria, o fornecimento de energia, o abastecimento e a qualidade de vida dos maiores colégios eleitorais do Brasil não fosse citado na disputa eleitoral para presidente da República ?
Alckmin lamenta o quê ? Alckmin é um tolo ? Ackmin é um irresponsável ?
Se Alckmin quer ajudar o seu candidato, ele deve expor as providências tomadas para resolver a crise hídrica e também as ações preventivas nestas 2 décadas de governo.
Por que São Paulo sofre com a falta de água ?
Eu, paulista, 40 anos, morador do Vale do Paraíba e filiado ao Partido DEMOCRATAS, posso considerar alguns fatores:
1) desmatamento;
2) ocupação irregular de áreas de manancial;
3) concentração demográfica excessiva em determinado ponto, a Grande São Paulo abriga 1/2 da população do estado e 10% da população do país. Somente a capital possui a mesma população de Portugal ou 3x a população do Uruguai.
Para que esta estupidez ?
Para os protegidos/protetores continuarem lucrando com a especulação imobiliária ?
Uma atividade, embora juridicamente legalizada, é de cunho parasitário e contribui para o aumento da inflação porque áreas são valorizadas artificialmente para atender a conveniência dos especuladores ?
Votei em Alckmin para governador de São Paulo não para ser vítima, mas para ele responder pelo estado que governou.
A natureza não é imprevisível, os desertos são velhos conhecidos da humanidade e os fatores que lhes deram origem também !
Na última semana da disputa eleitoral para o Chefe do Executivo Nacional veio à tona a questão da seca em São Paulo e o governador quer constranger o debate na personagem de inconformado com o oportunismo ?
Mais um motivo para evitarmos de votar em Aécio, presidente nacional de um partido que não pretende assumir a responsabilidade de seus atos ou omissão administrativos no estado que acolhe a maior população do Brasil.
Para presidente votarei em Dilma do PT !
Amor é fundamental

o voto educa: PSDB quer ser pai do Bolsa Família, mas não quer ser pai d...


terça-feira, 21 de outubro de 2014

Não temos rei, senão César

O capítulo 19 do Evangelho de João narra a humilhação que Jesus sofreu.
Pilatos, depois da audiência, açoita Jesus e imagina que este gesto acalmaria os sacerdotes.
Os soldados fizeram uma coroa de espinhos, colocaram-na sobre a cabeça de Jesus, vestiram-nO com um manto púrpura, esbofeteavam-nO e faziam reverência ao rei dos judeus como deboche.
Pilat...os dirige-se aos sacerdotes (eles ficaram do lado de fora do gabinete de Pilatos porque já haviam se purificado para a páscoa e não queriam se contaminar) e apresenta-lhes Jesus coroado e diz: Aqui está ele, mas saibam vocês que não vejo nele nenhum crime.
Os sacerdotes principais e os servos clamam:
--- Crucifique-O, crucufique-O !
--- Não vejo Nele nenhum crime ! Tomem-nO e crucifiquem-nO por conta de vocês.
--- Pela nossa lei quem se diz filho de Deus deve morrer.
Pilatos fica atemorizado e retorna ao seu gabinete junto com Jesus e Lhe pergunta:
--- De onde você é ?
Jesus nada responde.
Pilatos O interpela novamente:
--- Você não quer conversar comigo ? Você não sabe que tenho poder para mandar crucificar ou libertá-Lo?
Jesus reponde:
--- Você não teria poder sobre mim se o ceu não tivesse lhe dado, mas quem me entregou a você possui pecados maiores que os seus.
Pilatos tenta demover os judeus do intento de crucificá-Lo, mas eles dizem:
--- Se soltá-Lo você não é amigo de César porque qualquer que se diz rei é contra César. Crucifica-O !
--- Vocês querem que seja crucificado o rei de vocês ?
Os sacerdotes principais respondem:
--- Não temos rei, senão César ! (João 19:15)
Amor é fundamental

Audiência com o governador romano

O capítulo 18 do Evangelho de João narra a audiência dos Sacerdotes e Jesus com Pilatos, o governador romano.
Os sacerdotes principais levam Jesus, da casa do Sumo Sacerdote até o palácio do governador romano, pois a Judeia era uma colônia do Império romano naquele tempo.
Pilatos os recebe sem entender o motivo de os sacerdotes pedirem para que ele ...apreciasse o caso.
Os sacerdotes responderam que se Jesus não fosse algum malfeitor eles não viriam importuná-lo.
Pilatos se recusa a interrogar Jesus e pede para que os sacerdotes O julgue segundo às leis dos judeus e eles disseram que estavam impedidos de decretar a morte de alguém (isto é, naquele caso, pois desconheciam a reação do povo).
Sem a presença do sacerdotes (que se recusaram a entrar na audiência para não serem contaminados, pois já haviam se purificados para a Páscoa), Pilatos questiona Jesus:
--- Você é o rei dos judeus ?
--- Você me considera rei dos judeus por opinião própria ou por indução de outras pessoas ?
--- Por acaso eu sou judeu ? Como a dizer: não tenho motivo para ser influenciado pelos sacerdotes, pois não acredito nas mesmas crenças que vocês.
Pilatos continua:
--- Os sacerdotes principais trouxeram você para eu julgá-lo. O que você fez ?
Jesus responde:
--- Meu reino não é deste mundo. Se eu quisesse tomar o trono de quem quer que seja meus discípulos reagiriam à minha prisão, mas não os doutrinei com o propósito de reagir, pois não estou interessado naquilo que é de vocês. Digo novamente que meu reino não é deste mundo.
--- Pelo o que você diz entendo que você realmente seja um rei.
--- Você entende que eu seja rei (isto é, você se considera mais inteligente que os sacerdotes judeus, mas compreende as coisas com a mesma limitação que eles).
Ainda Jesus:
--- Eu vim para este mundo testemunhar a verdade, esta é a minha missão. Quem deseja conhecer a verdade me ouve e presta atenção ao que ensino.
Pilatos indaga com desdém:
--- Que é a verdade ?
Pilatos não vê ameaça na doutrina de Jesus porque os romanos toleravam a diversidade religiosa em suas colônias.
Pilato se dirige aos sacerdotes e anuncia seu veredicto:
--- Não vejo Nele crime algum!... Conheço os seus costumes e eu posso libertar alguém durante a Páscoa --- e ironizando --- vocês querem que eu solte o rei dos judeus ?
Os sacerdotes responderam:
--- Solte Barrabás !
Barrabás era um ladrão.
Amor é fundamental

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Pedro se acovarda

O capítulo 18 do Evangelho de João narra Pedro negando ser discípulo de Jesus.
Pedro segue sorrateiramente o grupo que prendeu Jesus.
Na porteira da casa de Anás, sogro do Sumo Sacerdote Caifás, uma pessoa acostumada a ouvir as palestras de Jesus pergunta para Pedro se ele também era discípulo.
Pedro nega !
Naquela noite fazia frio e Pedro se aproximou de uma fogueira em que estavam os servos do Sumo Sacerdote.
Um dos servos pergunta se ele era um dos discípulo.
Pedro nega novamente.
Outro servo, parente de quem Pedro tinha arrancado a orelha com um golpe de espada quando foram prender Jesus, fica em dúvida se o tinha visto no jardim junto com Jesus no momento da prisão e, para confirmar a sua suspeita, pergunta se ele era um dos discípulo.
Pedro nega pela 3° vez e o galo canta.
Cumpriu-se a profecia que Jesus tinha dito durante a ceia com os apóstolos.
Amor é fundamental

Jesus é interrogado pelo sogro do Sumo Sacerdote

No capítulo 18 do Evangelho de João lemos sobre o interrogatório a que Jesus foi submetido.
Jesus foi levado para ser interrogado por Anás, Sumo Sacerdote e sogro de Caifás (presidente dos Sumos Sacerdotes).
Anás pergunta:
--- Que doutrina você tem ensinado aos seus discípulos ?
...
--- Nada ensinei escondido. Sempre ensinei na sinagoga e abertamente para todos. Se você está curioso sobre o que ensinei pergunte para quem ouviu meus ensinamentos.
Um dos serviçais esbofeteia Jesus e pergunta se aquele era jeito de responder ao Sumo Sacerdote.
Jesus, por Sua vez:
--- Se fiz algum mal, mostre-me o mal que fiz; mas, se fiz o bem, por que me fere ?
Anás mandou que O levasse para a casa de Caifás, o Sumo Sacerdote que aconselhou assassinar Jesus.
Pela manhã, o Sumo Sacerdote pediu uma audiência com Pilatos; para que o governador romano apreciasse o caso.
Amor é fundamental

Jesus é preso voluntariamente

 O capítulo 18 do Evangelho de João narra a prisão de Jesus sem resistência de Sua parte.
Jesus e Seus discípulos se dirigem a um jardim que constumavam freguentar.
Não foi difícil Judas Iscariotes, acompanhado de servos dos sacerdotes principais, encontrá-Lo.
Quando chegam, Jesus os recebe sem que se anunciem e pergunta por quem eles procuram:
...
--- A quem vocês buscam ?
---  A Jesus Nazareno !
--- Sou eu, leve-me e deixe os demais em paz !
Pedro enfrenta o grupo e no ímpeto corta a orelha de um dos servos do Sumo Sacerdote.
Jesus ordena para que Pedro guarde a espada e diz que é chegada a Sua hora.
Jesus tem as Suas mãos atadas e é levado à casa do sogro do Sumo Sacerdote porque foi o Sumo Sacerdote que aconselhou o assassinato de Jesus.
Amor é fundamental

Jesus ora

No capítulo 17 do Evangelho de João, Jesus ora manifestando estar pronto para morrer e pede para Deus proteger Seus discípulos.
Amor é fundamental

Em nome de Deus

No capítulo 16 do Evangelho de João, Jesus esclarece para os apóstolos não ficarem escandalizados porque eles serão perseguidos por pessoas que acreditam estar a serviço de Deus, mas elas farão isso porque não conheceram Deus nem Ele.
Que as aflições deles serão iguais ao parto de uma mulher: as dores serão esquecidas após a alegria de ver a nova vida gerada.
Mais uma vez diz que eles serão guiados pelo Espírito Santo e que serão atendidos sempre que precisarem.
Amor é fundamental

Vocês serão meus amigos e não meus servos

No capítulo 15 do Evangelho de João Jesus explica aos apóstolos os motivos de ser odiado pelas pessoas.
--- Eles me odeiam porque não se sentiam pecadores até eu mostrar-lhes seus pecados. Vocês também serão odiados, mas lembrem-se que fui odiado antes de vocês. Vocês serão perseguidos, mas eu fui perseguido antes de vocês.
--- Se vocês amarem uns a...os outros como eu os amei, vocês serão meus amigos e não meus servos. Um servo não sabe o que o seu senhor faz, mas tudo que ouvi de meu Pai eu venho ensinando para vocês.
Amor é fundamental

O Espírito Santo ensinará todas as coisas

O capítulo 14 do Evangelho de João é um diálogo de despedida entre Jesus e os apóstolos e o registro da frustração do Mestre com seus discípulos.
As perguntas que os apóstolos fazem é uma demonstração de que eles compreenderam pouco dos ensinamentos.
--- Estou tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Felipe ? Quem me vê vê o Pai; e como dize...s tu: Mostra-nos o Pai ? (João 14:9)
No entanto, Jesus anuncia que durante a sua ausência o Consolador acompanhará quem crer e que o Espírito Santo ensinará todas as coisas. (João 14:26)
--- Se alguém me ama guardará as minhas palavras ! Se vocês me amassem estariam felizes porque digo que voltarei para o Pai !
--- Digo estas coisas antes que aconteçam para que quando acontecerem vocês acreditem.
Encerra o capítulo mostrando pouco ânimo para conversar com os apóstolos daquele momento até a Sua morte !
Jesus está determinado em fazer a vontade de Deus !
Amor é fundamental

Pedro, o boca aberta

O capítulo 13 do Evangelho de João mostra um pouco da intimidade de Jesus com os apóstolos.
Jesus, já consciente de seu assassinato, prepara uma ceia para se despedir dos apóstolos e os surpreende ao tomar a inicitiva de lavar-lhes os pés.
Por meio do exemplo Ele queria ensinar uma lição muito importante: a humildade.
Jesus pega uma bacia com água e ...uma toalha e se dirige a cada um e Pedro questiona, quando chega a sua vez, tentando dissuadi-Lo de lavar-lhe os pés.
--- Senhor, irá lavar os meus pés ?
--- O que faço agora você entenderá depois...
--- Nunca o Senhor lavará meus pés.
--- Se você não deixar lavar os seus pés você não é meu amigo.
--- Então, o Senhor pode lavar os pés, as mãos e a minha cabeça.
--- Não é necessário, só lavar os pés já tá bom !
Depois do gesto Jesus explica que se o Senhor e Mestre lavou os pés de seus discípulos, bem-aventurados seriam eles se lavassem os pés uns aos outros e que seriam reconhecidos como Seus discípulos se amassem reciprocamente.
Divulgou que entre eles um O entregaria aos Seus assassinos e pediu para que Judas Iscariotes agisse depressa.
Eles ficaram perturbados e não compreenderam de imediato o que Jesus dizia porque era um tanto vago o jeito como falava sobre Sua própria morte.
Pedro diz que iria a qualquer parte com Jesus e se fosse preciso daria a vida pelo Mestre.
O último versículo do capítulo retrata a incredulidade de Jesus sobre a disposição de Pedro:
--- Você daria a sua vida por mim ? Na verdade você me negará 3 vezes antes de o galo cantar.
Amor é fundamental

domingo, 19 de outubro de 2014

Não vim para julgar o mundo

O capítulo 12 do Evangelho de João narra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém.
A ressurreição de Lázaro foi de uma repercussão tão grande que Jesus foi recebido em Jerusalém como rei.
Tanta era a alegria das pessoas que elas portavam ramos de palmeiras e gritavam: hosana, Bendito o rei de Israel que vem em nome do Senhor.
Jesus passava pelas ruas... montado num jumentinho enquanto era ovacionado e todos  ouviram uma voz estrondosa do ceu O glorificando. Muitos pensavam ter ouvido um trovão outros estavam convictos de que era a voz de um anjo.
Alguns gregos se aproximaram e pediram aos apóstolos uma oportunidade para conversar com Jesus e Ele lhes explica a doutrina:
--- Eu não vim para julgar o mundo, vim para salvá-lo !
Jesus, ciente da perseguição mal pôde curtir o momento, retirou-se e se escondeu !
Depois de tantos sinais alguns sacerdotes começaram a acreditar que Jesus fosse o Messias, porém os covardes O admiravam em silêncio, porque tinham medo de serem expulsos da sinagoga pelos fariseus.(João 12:42)
Estes sacerdotes preferiam a glória dos homens à glória de Deus.
As ameaças, a campanha de difamação e o coração duro das pessoas as impediram de acreditar em Jesus.
Amor é fundamental

De vestido e boininha pink

200 príncipes da Igreja Católica estiveram no Vaticano por 2 semanas discutindo sobre a família e os desafios pastorais.
O Sínodo é um Poder Legislativo ! (quando ouvimos a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil promovendo a Reforma Política é este tipo de Legislativo que ela pretende implantar).  O objetivo do Sínodo, que possui reuniões regula...res, é estabelecer uma unidade e coesão entre as ações dos bispos pelo mundo.
Seja lá o que eles decidam será uma decisão boa para os católicos ? O que é bom para os bispos seria bom para os fieis do mundo todo ?
Sei lá, mas para o católico que não concordar o remédio é a excomunhão.
Não se trata de democracia e sim de dogma e doutrina !
A opinião dos conservadores prevaleceu. Ao que parece, o único avanço que houve sobre temas como a homoafetividade foi de inclui-lo na pauta de discussão apenas. Para muito é um grande avanço, considerando o quanto o tema é um tabu para o Vaticano.
Francisco é um Papa muito sensível, uma pessoa muito sábia e de perfil progessista! Foi ele que incluiu o tema da homoafetividade no Sinodo.
Ele é um rei (para quem não sabe o Vaticano é um país  e tem como regime de governo a monarquia), mas a sua opinião não prevaleceu.
Francisco tem o poder de convocar o Sínodo, mas não tem poder sobre o conteúdo do documento aprovado !
Para quem subestima o poder do Legislativo este é um bom exemplo de como é o funcionamento das relações entre as instituições.
Para quem pensa que o Chefe do Poder Executivo é capaz de realizar tudo,  está claro os seus limites !
Sobre a homoafetividade:
Jesus nos ensina que devemos testemunhar as coisas da terra, pois sem haver compreensão delas não coseguiremos compreender as coisas do ceu, isto é, quem tem dificuldade em refletir sobre aquilo que vê mais dificuldades ainda terá em refletir sobre aquilo que não vê. (João 3:12)
1) a homoafetividade existe independente da opinião ou aceitação de qualquer pessoa;
2) o Evangelho reprova a violência;
3) interferir na liberdade de expressão de alguém é violência;
4) os padres conservadores repudiam a tese de que o gênero (papeis masculino e feminino na sociedade) é uma construção social;
5) os padres conservadores afirmam que a ideologia de gênero faz parte de uma conspiração marxista para destruir as famílias;
6) muitos casais homoafetivos desejam constituir família, inclusive adotando crianças;
7) muitos homoafetivos são cristãos e gostariam de comungar na Igreja;
8) a Igreja Católica se autoproclama guardiã do Evangelho;
9) o Evangelho nada diz sobre a homoafetividade;
10) nenhuma opinião dos bispos sobre a homoafetividade seja a favor ou contra pode ser fundamentada no Evangelho.
Papa Francisco manifestou o receio de a Igreja Católica ruir como um castelo de cartas caso não reveja seu comportamento pastoral, por isso a convocação do Sínodo !
A função pastoral é uma atividade educativa e quem pretende combater a confusão entre os gêneros poderia adotar iniciativas muito simples.
A roupa é o maior código social que cultivamos !
Os bispos pretendem expressar por suas roupas majestade, respeito, tradição e santidade.
No ocidente, homem não usa vestido !
No ocidente, a cor rosa ou pink é sinônimo de feminilidade.
Portanto, 200 homens (que não foram escolhidos democraticamente e que não pagam impostos no Brasil) usando vestido e boininha pink não inspiram credibilidade para orientar o comportamento das pessoas e muito menos rejeitar os homoafetivos.
Estava me esquecendo, eles ainda usam uma echarpe em volta da cintura.
Amor é fundamental

À mesa com Lázaro

Estamos lendo o capítulo 12 do Evangelho de João e, apreciando as narrativas, podemos considerar que o livro está dividido em 2 partes iguais em quantidade de capítulos: antes e depois da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém (celebrada por nós como o Domingo de Ramos).
Jesus esteve várias vezes em Jerusalém e o que determina a consagração desta v...ez é a ressurreição de Lázaro. Muitas pessoas se convenceram de que Ele era o Messias após a divulgação deste milagre e para honrá-Lo elas portavam ramos de palmeiras ou os colocavam no chão como se fizessem um tapete por onde passaria.
Esta é uma cena muito linda e de grande delicadeza. Sugere uma atmosfera de improviso... (não sei se este tipo de homenagem era habitual entre os judeus, talvez fosse porque os judeus sempre demonstraram um senso estético muito desenvolvido).
O capítulo 12 começa descrevendo uma ceia na casa de Lázaro às vésperas do que chamamos de Domingo de Ramos.
O evangelista não entra em detalhes, mas, dada a felicidade da família, podemos imaginar a ceia como uma grande festa com música, dança, bastante comida e bebida. Creio que foi uma reunião memorável e de grande brilho, pois foi assediada por muitos curiosos.
Todos estavam felizes e Maria, irmã do anfitrião, de tão empolgada pegou um pote de bálsamo caríssimo e passou nos pés de Jesus e retirou o excesso com os próprios cabelos. A casa ficou toda tomada pelo perfume.
O gesto de Maria foi censurado por Judas Iscariotes, advertindo que seria mais útil se o bálsamo fosse vendido e o dinheiro dado aos pobres. João evangelista, enquanto narrador e com certa mordacidade, insinua que Judas, o tesoureiro dos apóstolos, não se importava com os pobres e fez a advertência porque queria roubar parte do dinheiro da venda.
Jesus gentilmente desfaz a censura, comentando que sempre haverá oportunidade para socorrer os pobres e que aquele era um momento muito especial.
O sucesso da festa incomodou os principais sacerdotes, que também decidiram assassinar Lázaro, porque o ressuscitado se tornou uma atração e o maior testemunho de que Jesus era o Messias.(João 12:10)
Amor é fundamental

Sumo Sacerdote

 O Evangelho de João está dividido em 21 capítulos e estamos no capítulo 11, portanto, na metade do livro.
Este capítulo é espetacular !
Jesus chora !
Foi assim:
...
Jesus quis evitar o contato com a cidade depois que foi ameaçado de ser apredejado, mas a notícia da enfermidade de Lázaro, um amigo muito íntimo, O fez regressar às proximidades de Jerusalém.
Jesus estava tranquilo, partiu depois de 2 dias que soube da notícia e viajou sem pressa!
Após 4 dias de viagem, Jesus encontrou as 2 irmãs desconsoladas, pois Lázaro havia morrido. Elas repetiam o quanto gostariam que Ele estivesse chegado antes para que a morte de Lázaro fosse evitada.
Jesus chorou de tanta compaixão ou, talvez, remorso  e realizou o seu maior milagre: ressuscitou Lázaro
Todos felizes ?
Por incrível que pareça, não !
Algumas pessoas foram imediatamente avisar os fariseus que, realizaram um conselho no qual o sumo sacerdote Caifás decreta a morte de Jesus.
Deste momento em diante o cerco se fechou e a crucificação era apenas uma questão de tempo, de preferência pouco tempo.
A Páscoa estava próxima e o sumo sacerdote junto com os fariseus não se melindraram em sujar as mãos de sangue na celebração mais importante de sua "religião". Convenceram a si próprios de que estavam fazendo um grande bem à nação.
Quanto maiores eram os prodígios de Jesus maior era a disposição dos sacerdotes em assassiná-Lo !
Amor é fundamental

Ele tá pedindo pra levar umas pedradas

 No capítulo 10 do Evangelho de João, Jesus, novamente foi ameaçado de ser apedrejado.
Ele tinha o dom de irritar os religiosos !
Jesus estava ensinando uma lição muito fofinha sobre ovelhas e o bom pastor que se dedicava a ponto de morrer por elas quando a patrulha da doutrina e da fé chegou.
Eles também não podiam ver Jesus rodeado de ouvintes sem i...nterrompê-Lo.
Jesus, vendo-os por perto, disse: Eu e o Pai somos um. (João 10:30)
Por que Ele foi dizer isto ? Os judeus pegaram as pedras e Jesus os interpelou: Fiz várias obras boas (isto é, milagres) por quais delas querem me apedrejar ?
Eles responderam:
--- Não vamos apedrejá-lo por causa de suas obras, mas por sua blasfêmia... (eles não O deixavam em paz, na verdade, estavam procurando um motivo para dar um fim Nele)
Jesus:
--- Vocês não leram nas Escrituras Deus dizendo: vocês são deuses ? (João 10:34)
Xeque mate: quem não leu não sabia dizer e quem leu deveria concordar que Ele tinha alguma razão.
Jesus continua:
--- As Escrituras estão erradas ?
Eles tiveram que deixar o apedrejamento para outra ocasião, mas ainda tentaram prendê-Lo.
Jesus conseguiu escapar e se afastou da cidade.
Amor é fundamental

Jesus não é de Deus

 Estamos lendo o capítulo 9 do Evangelho de João e nele nos deparamos com mais um milagre de Jesus, novamente feito num sábado, e a sua repercussão.
Fazer milagres aos sábados parece ser uma provocação e estou convencido que seja mesmo ! Lembremos que os fariseus planejavam assassinar Jesus e Ele sabia disto.
Jesus é maravilhoso e desmoralizava as au...toridades religiosas de seu tempo. Um verdadeiro filho...do Pai, que com sua autoridade e poder varre a pompa dos que fazem mau uso do seu prestígio social.
Os fariseus diziam: Jesus não é de Deus ! Motivo ? Por não guardar o sábado ! (João 9:16)
Algumas pessoas ficavam inquietas e se perguntavam como uma pessoa capaz de fazer tantos sinais não poderia ser um profeta ou um enviado de Deus, talvez, o próprio Messias.
Em represália, quem questionasse a opinião das autoridades religiosas ou confessasse acreditar que Jesus era um enviado de Deus, seria expulso da sinagoga.
Este milagre é mais extraordinário que os anteriores porque não havia registro entre os judeus de um cego de nascença ter sido curado. Também prevalecia a crença de que nascer cego era um castigo pelo pecado dos pais.
Jesus questionava estas crenças e disse não haver pecado do cego nem de seus pais na cegueira de nascença e que aquele jovem havia nascido cego somente para que pudesse ser manifestado o poder de Deus com o  milagre que Jesus faria naquele momento. Como quem dissese: não busquem explicações para o que somos porque a vida é um milagre para ser desfrutado aqui e agora.
Jesus cuspiu no chão, fez uma porção de barro com os cuspe e aplicou aos olhos do cego. Pediu ao jovem para que os lavasse no poço. Removido o emplasto, passou a enxergar. Estava feliz !
As pessoas se perguntavam se o rapaz era o cego e alguns, em dúvida, percebiam nele semelhança com o cego e o ex-cego respondia a todos: sou eu... sou eu... lavei-me e agora vejo ! Jesus me curou !
Estavam todos comovidos e os fariseus chegaram para acabar com a festa ! Mandaram chamar os pais do jovem para confirmar se o jovem havia nascido cego. Os pais confirmaram. Queriam os fariseus que os pais dissessem como ele começou a enxergar e os pais não sabiam dizer porque não estavam presentes no momento do milagre e disseram para acreditar no que o rapaz dizia pois ele já tinha idade para responder por si.
Perguntaram novamente ao jovem com foi a cura e ele impaciente desabafou que já havia explicado, num rompante de petulância, sugeriu que os fariseus queriam ser discípulos de Jesus.
Conclusão: o jovem foi expulso da sinagoga !
Quantas pessoas deixam de viver a graça de Deus com medo de ser expulso da sinagoga ? Ou, sei lá, de ser excomungado ?
Parece que a sociedade evoluiu muito, exceto o comportamento das autoridades religiosas !
Ingenuidade esperarmos alguma mudança a partir delas. Elas já estão condenadas, cabe a nós, conhecer a verdade por nós mesmos se quisermos viver a graça de Deus.
Imagina ! Dar poder para um qualquer de nos privar da comunhão com Deus ! Um tapado, um cego aparamentado !
Jesus veio para abrir nossos olhos !
O Evangelho é o  movimento da vida em abundância contra a morbidez dos cânones !
Amor é fundamental

Quase apedrejado

O capítulo 8 do Evangelho de João narra um dos episódios mais famosos: quem não tem pecado que atire a primeira pedra.
O interessante deste capítulo é que se Jesus evitou o apedrejamento da mulher adúltera apelando para a consciência das pessoas sobre o próprio pecado e a falta de moral para condenar alguém, Ele somente evitou que outros O apedreja...ssem, após um debate teológico, porque Jesus se escondeu.
Claro, estamos diante de 2 situações diferentes e o que fazia diferença era o grupo de pessoas que dialogava com Jesus.
No primeiro caso Jesus conversava com pessoas leigas e no segundo caso Ele conversava com doutores e sacerdotes ou profundos conhecedores das Escrituras (não é comum discutir teologia com leigos e quando acontece a discussão é com leigos pretensiosos).
Pois bem,
Era costume de Jesus ensinar e pela manhã estava na porta do templo diante de vários discípulos quando um grupo, com a intenção de preparar uma armadilha obtendo motivo para acusá-lo de algum crime contra a religião, trouxe uma mulher adúltera para que Jesus a condenasse.
Jocosa a situação do grupo que disse: "pegamos esta adúltera no próprio ato".
Vamos imaginar a tocaia !
Os sacerdotes e fariseus queriam matar Jesus, mas não podiam simplesmente matá-Lo porque, sendo o fermento dos fariseus a hipocrisia, não poderiam ter a reputação manchada por um assassinato. Precisavam de um pretexto e para isso elaboraram um plano. O assassinato de Jesus foi arquitetado.
Para um grupo organizado que policiava a vida de todos (as confissões...será que Deus precisa dealguém para ouvi-las no lugar Dele?) era fácil saber quem cometia adultério e o grupo teve o capricho de esperar um flagrante.
"Pegamos esta adúltera no próprio ato" --- O que podemos imaginar de quem diz isto ou está disposto a dar este tipo de flagrante ?
"No próprio ato" seria um momento bastante específico ou não ?
Ela estaria nua no leito com seu amante ? Não é difícil imaginar que os acusadores se aproveitaram da vítima num possível estupro coletivo.
Jesus talvez imaginou e, por isso, propôs o desafio e suas palavras sobre quem não tivesse pecado foram tão impactantes por se referirem a um pecado muito recente.
Ninguém teve ânimo para apedrejá-la e todos se retiraram. A sós com a mulher, Jesus a confortou dizendo não haver motivos para condená-la e pediu-lhe para que não pecasse mais.
O que Jesus ensinava e praticava arruinaria o poder dos sacerdotes e fariseus.
Estando Jesus ainda no templo, alguns sacerdotes O questionaram sobre as Escrituras e Jesus com profundo conhecimento e visão inovadora aumentou a irritação entre eles.
Em resumo, a conversa foi assim: se vocês acreditam que Deus conversou com Abraão, é tão difícil para vocês aceitarem que Deus também conversa comigo? Vocês não acreditam em mim porque você não são livres !
Desta vez, diante de um grupo mais frio, Jesus precisou se esconder para sair de fininho do templo e não ser apedrejado.
Amor é fundamental