quarta-feira, 10 de abril de 2013

70 X 7 é um roteiro espiritual

Jesus nos ensina o amor e o perdão é uma grande expressão de amor simplesmente porque a violência é uma constante. Quando estamos  imersos no Reino dos Ceus  ficamos distraídos e vira e mexe somos alvos de agressão. Somos convidados por meio da realidade a deixarmos o enlevo para cuidarmos do que está ao nosso redor. A violência é fruto da ignorância e transmitir o Evangelho é outra grande manifestação de amor também, se não a maior.

Quero compartilhar com vocês a ideia de que 70 X 7 é um roteiro espiritual a partir das agressões que recebemos. De nada vale perdoar se não formos o sal da terra e a luz do mundo. O perdão nos transforma e influencia quem é perdoado, mas precisamos impactar o mundo durante a nossa curta existência para que a ignorância não prevaleça sobre a Boa Nova. Para tanto é essencial nos anteciparmos para podermos interferir no rumo dos acontecimentos de acordo com a nossa habilidade e talento.

Pois bem, 70 X 7 = 490 e Jesus não fala do perdão como um fim em si mesmo, mas como uma ferramenta de transformação. Também já observamos que o tempo escasso do Mestre o fazia abreviar algumas mensagens e a Sua plena confiança de que a Palavra germinaria naqueles que  tivessem ouvidos para ouvir e olhos para ver.

A agressão pode se manifestar de inúmeras maneiras compactas e difusas.

Então temos:

70 = agressão compacta e densa. O número 70 a representa muito bem porque quando somos agredidos as emoções turvam a nossa percepção.

490 = agressão difusa e sutil. O número 490 a representa muito bem porque não imaginamos nem estamos vigilantes a todos os agressores e modos de agressão.

7 = condensação da agressão difusa e a pulverização da agressão densa.

Por isso, a fórmula pode ser apreciada nos dois sentidos: 70 X 7 = 490 e/ou 490 = 7 X 70

Sendo a inversão uma questão de polaridade que não altera o resultado em si, mas muda  a qualidade de percepção do observador. A apreciação é mais rica se for feita nos dois sentidos.

Personificando os números:

7 = é o agredido distraído

70 = é o agredido logo após a agressão

490 = é a predisposição à agressão e todas as formas de manifestação.

Tendo entendido isto passemos à decomposição do 7:

7 = 2 + 2 + 1 + 1 + 1

2 = toda agressão está situada no tempo e no espaço

2 =  toda agressão se relaciona com outros fatores simultaneamente e sucessivamente

1 = toda agressão afirma alguma coisa

1 = toda agressão nega alguma coisa

1 = toda agressão é única, isto é, não se repete. Compreender que a mesma agressão não se repete é a noção essencial para desenvolver o perdão.


O número 70 pode ser decomposto de duas maneiras :

70 = 10 X 7

70 = 35 + 35

10 representa as etapas das bem-aventuranças, ou seja, repetir toda a investigação com o roteiro contido no 7 em todas as etapas descritas nas bem-aventuranças.


35 + 35 representa o aspecto coletivo e o aspecto individual, isto é, o agressor agiu em função de seu grupo ou individualidade. Até que ponto a identidade do grupo formou e constituiu a decisão do indivíduo? Até que ponto o indivíduo se aproveitou do grupo para agir sem comprometer-se individualmente.

Cada 35 pode ser decomposto de maneira diferente


(3)

1 = o agressor procurou corrigir um passado?

1 = o agressor procurou afirmar um presente?

1 = o agressor procurou produzir um futuro?

(5)

1 = em que consiste a agressão?

1 = como aconteceu a agressão?

1 = por quê aconteceu a agressão?

1 = quem agrediu ?

1 = quem patrocinou a agressão?


(3)

1 = o que a agressão denuncia?

1= do que o agressor renunciou ao agredir?

1 = a agressão nos anuncia alguma coisa?

(5)

2 = a agressão deve ser interrompida ou mantida?

2 = a agressão possui um alcance restrito ou amplo?

1 = julgamento.


490 são os estilhaços no coração do agredido. É possível começar retirando qualquer estilhaço e a partir dele observar as respostas que vão surgindo espontaneamente e depois combiná-las e verificando a coerência e a alteração diante de fatos novos a cada novo estilhaço retirado até limpar o coração por completo.

Fazer o exercício após cada agressão recebida nos fortalece ao mostrar o coração das pessoas. Não é um exercício rápido nem precisa ser, mas cada pergunta respondida promove vários insights.

Observando o próximo poderemos nos conhecer cada vez melhor.





Hy Ho!

Nenhum comentário: