sábado, 9 de março de 2013

Não ficará pedra sobre pedra

Não precisamos de templos porque o nosso corpo é o templo e a verdadeira adoração é discreta e em espírito.

Templos suntuosos são desnecessários e para Deus sempre foram. Mas o ser humano precisou e ainda precisa manifestar sua vaidade.

Para justificar a aplicação de somas extraordinárias na construção superstições foram inventadas e alimentadas afastando o fiel de Deus. A maior homenagem a Deus é a construção da Jerusalém Celestial, ou seja, o templo dentro de si da própria alma.

Sacrifícios, rituais, autoflagelo, preces escandalosas são testemunhos da grandeza e pobreza do ser humano. Deus não precisa de ofertas e oferendas. Deus não precisa de nada que podemos Lhe dar. Ele só espera gratidão e louvor, isto é, a manifestação do sopro divino em nós; porque a partir disto nada será impossível realizarmos.

O pouco que tinha foi dado de todo coração enquanto muitos doam fortunas por constrangimento, estas são situações claríssimas que não é o que se faz que tem valor e sim como faz e o motivo de fazer. É o seu talento vinculado ao propósito de Deus o que importa. Tudo o que a oração pode nos inspirar!

Óbvio, a nossa grandeza de espírito se refletirá na prosperidade da matéria, mas o caminho inverso é falso e cheio de armadilhas e perdição.

O batismo é o renascer e a ressurreição é a graça de estar ao Seu lado, em comunhão com o Criador.

Salomão, o mais sábio entre os homens e quem mais compreendeu sobre a vaidade, construiu o seu templo e onde está agora?

De fato, não há nada debaixo do sol ! Salomão construiu o templo para que pudesse governar os ignorantes. Hoje não precisamos de nada disso mais!

Tudo o que fizermos para a nossa própria glória cairá por terra e nos escravizará!

Vamos edificar a Jerusalém Celestial pela adoração do espírito?

Esta será a nossa maior construção!



Hy Ho!

Nenhum comentário: