sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

O jejum é poderoso

O jejum traz várias vantagens para quem o pratica tais como: economia de dinheiro e de tempo e, o melhor, desintoxica  o corpo e a mente.

O jejum santo displina o praticante a sair do condicionamento social. É usual pensarmos na privação de refeições quando o jejum é mencionado, mas é possível e recomendado jejuar sobre qualquer assunto. Visto desta maneira, o jejum é uma ferramenta para a liberdade! Jesus, como mestre, nos instrumentalizou para vivenciarmos a liberdade. Não foi Jesus quem inventou o jejum, porém, além de praticante, foi um severo crítico de quem o praticava, contraditoriamente, por simples condicionamento.

Não sobra dinheiro para fazer a assinatura de um jornal? O jejum ajuda você! Neste caso, ao se privar de uma refeição por semana que seja, você tornará uma quantia de dinheiro disponível para fazer a assinatura. Esse foi um exemplo prático com um máximo de vantagens porque além da disciplina adquirida, você é beneficiado com a desintoxicação, da independência de um condicionamento social e ainda adquire conhecimento de fatos relevantes para as suas decisões de qualquer abrangência.

Você já ficou sem a sua liberdade? Já se preparou para a fatalidade de um dia perdê-la? Não que você faça algo que mereça, José do Egito foi preso injustamente por meio de ardil. Nesta condição não se come o que deseja, não conversamos com quem preferimos e não há opções de atividades.

Erramos inconscientemente por puro condicionamento! E procuramos muitas coisas que poderíamos dispensar também por puro condicionamento. Patrocinamos ideologias que rejeitamos por desatenção e condicionamento.

Quanto desperdício existe pelo consumo irrefletido? Um deles, além da compra por impulso, é a inflação porque quanto maior é a procura maior será o preço de algum produto.

Caminhar por uma trajeto desconhecido é uma forma sutil de jejum, porém não menos poderoso. Você abre mão do cenário que lhe traz a sensação de segurança. Quando se pratica percebemos que sensação é apenas sensação porque em casa estamos sujeitos a qualquer atrocidade. Segurança messmo somente na comunhão com Deus.

Podemos jejuar de um lazer que nos agrada muito. Perceba, isto não é penitência ou punição é um exercício para que você possa suportar com mais tranquilidade quando algo lhe é tirado. Um exercício que o capacita a se recompor em qualquer privação.

Podemos jejuar de relacionamentos... Há relações que mais parecem vícios que relações...e não só conjugais, de trabalho, amizade.

Podemos jejuar da imagem que tentamos emitir para as pessoas. Não precisamos ser reconhecidos como inteligentes em todas as ocasiões ou  fortes ou simpáticos.

O jejum prepara você para aproveitar qualquer adversidade. No início parece algo como conter impulsos depois de desintoxicado você fica feliz por fazer escolhas, por respeitar a vontade de Deus e o Seu tempo.

Um dia sem internet é um ótimo jejum, então, até segunda-feira!




Hy Ho!

Nenhum comentário: