quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

A vontade de Deus

O mundo é maravilhoso, mas é incompleto!

Deus nos fez com um propósito que desconhecemos e desconhecer é a porta de todas as maravilhas.

Onisciente, onipresente e onipotente, Deus correu o risco de nos permitir fazer nossas escolhas e ofendemos a Deus à medida  que nos acovardamos diante dos desafios. O medo nos afasta de Deus!

Se nos foi dada a responsabilidade de escolher nossos caminhos o que poderia ser seguir a vontade de Deus? Se tudo já está escrito nada tenho o que decidir! Precisamos dar um salto.

Nada acontece sem Deus permitir, mas muito deixa de acontecer se não tomarmos a iniciativa de realizar. Nós somos as ferramentas de Deus e somos responsáveis pela nossa própria manutenção. Não temos o poder de garantir resultados porque a soma de acontecimentos que interferem no nosso planejamento está fora de nosso controle. Veja bem, Deus não está interessado em controlar as coisas. Deus já definiu como as coisas se relacionam e anseia por novas combinações resultantes de nossa ousadia. As forças se aglomeram e ou se anulam por inspiração de Deus.

Deus é não-ação. Os seres existentes são ação, inclusive nós! Entre todos os seres alcançamos uma presença dominante, porém trilhamos um caminho de agressão e violência que poderia ser sereno se houvesse maior compreensão da obra de Deus. Se houvesse maior confiança! Se assumirmos o propósito de agir com menos defesa e suspeitas poderemos realizar muito mais e caso haja traições que a decepção seja vivida depois de tudo concluído.

Devemos ser prudentes e vigilantes, porém não paralisados pela dúvida. A falta de fé nos destroi.

Deus prometeu a Terra Prometida e no entanto ela já era ocupada por um outro povo. Nada que Deus oferecer estará passivamente nos esperando. O mais intrigante de tudo é de não estarmos autorizados a conquistar as coisas de qualquer jeito. Inteligência e astúcia são qualidades admiradas por Deus, mas precisamos agir movidos pelo amor e nunca pelo ódio.

A vontade de Deus nada tem de mistério se houver comunhão com o Criador e a criação. Contemplar tudo depois que acontece é uma das melhores maneiras de oração. Não há nada de novo debaixo do sol!




Hy Ho!

Nenhum comentário: