quinta-feira, 2 de junho de 2011

O tédio do assédio

Ninguém será político sem ser incomodado, portanto o tédio do assédio será inevitável!

Temos que admitir que é uma grande fadiga e o que angustia é a falta de compreeensão de uma Agenda!

Mas e daí, qual político ofereceu uma Agenda?

Raramente mente alguém ofereceu e dos que ofereceram muitos perderam a disposição de cumpri-la porque o município é dinâmico e absorve todos em seu próprio turbilhão.

O mundo não pára para atender nossos caprichos e ainda bem!

O mundo é tanto de tudo acontecendo ao mesmo tempo e por isso exposto a miríade de conflitos qu despontam na Ordem do Dia e, justamente por isso, é bem sucedido quem consegue antecipar algumas coisas.

Grande mérito para quem planeja porque ,creio eu, que evitar o problema faz parte da solução, mas não há nada de heroico nisto e a nossa mazela é que pouca atenção se dá a medidas preventivas e saneadoras.

Todos os políticos são atropelados por pessoas desesperadas pelas enchentes, terremotos, ataques terroristas e epidemias por um lado e por outro por políticos querendo uma grande jogada de marketing eleitoral.

Porque, depois de constatada a sua impotência e sem ações de impacto para manter o prestígio fica o político atentado com uma Agenda simplesmente eleitoral.

Sufocado pela burocracia e na busca de mais um fiapo de Poder fica o político consumido pelas negociações do "vota no meu que eu voto no seu" (um verdadeiro troca-troca na aquisição de cargos na super estrutura fisiológica), eleição da mesa diretora de 2 em 2 anos (surpreendentemente algumas Câmaras em 1 em 1 ano), espaço para candidaturas e formação de chapas para o Legislativos.

Resultado: assédio pelos eleitores, que mal sabem da importância de uma Agenda e condenados a receber as migalhas dos assistencialistas e o assédio improdutivo de outros políticos comprometidos apenas com o próprio umbigo.

Para evitar tal fadiga ajuda muito dispensar o celular!

Porque nunca vi nada tão inútil quanto um celular. É uma ligação para marcar a reunião e vinte pra desmarcar e remarcar, criando um transtorno imenso e jogando as pessoas como peteca o dia todo.

-- Me dê o número do seu celular

-- Não tenho

-- Como não?

-- Não tenho!

-- Mentira?!

-- Já disse, não tenho

-- Tá bom, você não quer passar o número !?

-- Não...(suspense)...(e, como um bom político, vem o remendo) ...é bem isso! Você sabia que o uso de celular afeta e desorienta as abelhas e que a consequência disso é a falta de polinização...que reduz drasticamente a produção agrícola...

A partir deste ponto a pessoa já deixa você falando sozinho

-- compromete a receita e a fome é endêmica...

Depois disso a própria pessoas já fica agradecida por você não ter dado o celular pra ela.


Hy Ho!

Nenhum comentário: