segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

A vereança engorda

Eu me dispus a compartilhar a experiência dos meus 2 anos de vereança e farei diferente do que estava acostumado com o Diário de Bordo. O dia-a-dia tá lá, em tempo real, de maneira espontânea e OBjetiva. Nesta nova fase narrarei o lado SUBjetivo, isto é das reflexões, sustos e expectativas.

Tenho as minhas opiniões e delas me orgulho, por serem o meu real patrimônio.

Com o tempo desenvolvemos uma compreensão mágica da vida: eu sou o que sou !


Bem, mas antes - durante a eleição - eu era mais magro. Hoje adquiri uns 10 quilinhos e disto conclui uma coisa: a vereança engorda.

Não só diante do espelho e da camisa apertada mas, principalmente, no comentário das pessoas: "Você engordou, hein!"; "É...a vida melhorou!"; "Puxa, meu, você tá forte!"

Admiração com ares de inveja? Bom, muitas vezes é o que subentende-se!

O que responder? : "É que agora o capim tá bom!" ; " É, agora tem capim com chantili !"

Não há o que responder.

As coisas mudam com a vereança. O seu tempo é consumido com muitos assuntos e também você se alimenta em restaurantes, na maioria sef-service, - e não tem jeito - você acaba colocando um pouquinho de tudo no prato.

Mas não vejo que este seja o problema em si. A exemplo da matérias tratadas aqui na Câmara, o que altera e interfere é a combinação de fatores, da qual não temos o hábito ou o preparo para apreciar.

Antes de ser candidato eu fazia caminhada e até corria, desde o Jardim Jacinto até a Dutra, pela Av. Castelo Branco. Não consigo mais ter esta disciplina. Toda vez que tentei eu era parado por algum munícipe ávido pelas soluções de seus bairros e outros conflitos sociais.

O que me incomoda não é ser parado, mas sim os motivos porque os munícipes me abordam.

Problemas que poderiam ser evitados, e o pior, é constatar que muitos deles são gerados pela falta de Conhecimento, Habilidade e Atitude dos vereadores. O famoso CHA !

Por questão de Saúde e Estética eu quero emagracer, praticando caminhada e, sobretudo, saboreando este CHA !


Hy Ho !

Nenhum comentário: