terça-feira, 10 de agosto de 2010

Ruídos






Método BURRO 5° semana

3° fase Laranja


Durante a eleição todos os candidatos estão em campo e abordam as pessoas de muitas maneiras, em sua maioria agressivamente.

É um pelo-amor-deDeus-vote-em-mim que ninguém agüenta !

Falamos sobre o destaque de sermos sutis ! Vejamos, de uma homeopatia eleitoral !

Depois de 4 semanas é bom avaliarmos o que funcionou e o que não.

O objetivo agora é entrar no pelotão de elite da São Silvestre, mas administrar o fôlego para subida da Brigadeiro.

Existe a rejeição aos políticos e vocês estão no balaio e existe o fisiologismo/clientelismo dos candidatos antigos e vocês estão fora. É uma desvantagem que não pode nos intimidar. Pela simples razão de que (esta é a minha convicção) devemos erradicar o fisiologismo/clientelismo para que o serviço público possa funcionar a contento da população.

Claro que esta é uma distinção, mas vocês perderão votos por não oferecerem estas vantagens, e também, muitas pessoas não acreditarão na boa-fé de vocês.

Nos resta apenas a eficiência em nossa comunicação e eliminar ruídos é um passo extremamente importante.

Problemas e Soluções

Em Jacareí, eu andava com a minha cabeça de BURRO e as crianças muitas vezes me chamaram de coelhinho.
Primeiro problema: é que havia um candidato chamado Neir Coelho.

Solução: zurrar com mais freqüência porque os adultos logo corrigiam as crianças “Não é coelho, é burro”.

Segundo problema: também havia um concorrente com o apelido de Cavalo, candidato pelo PT.

Solução: zurrar e marcar bem a cor azul do Democratas, sempre vestindo a camiseta do partido.

Terceiro problema: a centena 300 era usada por outros 3 candidatos.

Solução: marcar bem a legenda 25. O groove foi elaborado com esta preocupação, a de valorizar o número 25.

Como vimos, valorizar o Partido é sempre a melhor estratégia.

Inté o nosso próximo dedinho de prosa !

Hy Ho !

Um comentário:

Anônimo disse...

teste