segunda-feira, 1 de junho de 2009

Fórum Municipal de Cultura 2009

Alguns personagens diferentes, porém o mesmo enredo...

Estive na abertura, sexta 29, no auditório da CIESP. O prefeito falou, o vice também e o diretor do CIESP! Discursos fakes, via assessoria, sobre Cultura e os artistas com uma performace multi-étnica, multi-linguagens, multi-ego, multi-sons, multi-tutti-frutti sobre arte para mostrar tudo o que tem em Jacareí, isto é, uma colcha de retalhos esperando a oportunidade de uma travessia para se teletransportar para o etéreo. São Benedito, de quem eu sou meio devoto, que me perdôe, mas eu curti só a Nega Maluca e o sapateado.

Quanto ao prefeito, ele quer mesmo fazer o tal TEATRO MUNICIPAL de JACAPAU.
Covardia! Aprisionar a agenda da nova presidência com um propósito tão descabido deste. Só os artistas, ditos sem-tetos, apóiam isto! A cidade precisa de tantas outras coisas...Voltando à covardia; se faz o teatro foi o prefeito quem fez, se não faz, a presidente que é incapaz, por não conseguir parcerias.

Há 20 anos este papo de TEATRO MUNICIPAL encanta os artistas. Há 20 anos encenamos e assistimos a mesma peça de teatro. A desculpa é sempre a mesma: - "Não deu pra fazer, mas agora vamos fazer de tudo para conseguir".

Sábado 30, apareci lá pela 15h, estavam os artistas lendo o rosário de pedidos e propostas. Isto é, o que chamam de democracia particiPATATIVA DO ASSARÉ. Todos querendo ser meio poetas e meio imitações de nordestinos (para se considerarem habilitados)para contribuírem com a nossa Cultura.

É possível encenar nas feiras, nas praças ou em muitos lugares alternativos; se chover a trupe recolhe as tralhas e se apresenta em outra hora.
Quanto aos doentes não é de bom tom atendê-los debaixo de chuva, em qualquer lugar. O processo de cura é exigente e caprichoso. Muito mais caprichoso até do que os artistas!

IDENTIDADE

Quanto a sermos meio poetas e meio imitações de nordestinos, vale lembrar que a Europa, a Ameríndia e a África, há muito tempo, de todas as maneiras nos une; porém, desde a década de 20, a antropofagia nos une socialmente, economicamente, filosoficamente...

ECONOMIA E CULTURA

Tema da palestra do dia 29, discorreu sobre a velha ladainha da Lei de Incentivo, no melhor estilo "pagode do gago". Quem está habituado com o tema "economia" entende que, antes de se ter o incentivo, a empresa precisa se fixar na cidade, de modo mais simples, porque Jacareí é uma cidade agradável e que a arte realizada aqui nada faz para que isto aconteça. De que o capital da Lei de Incentivo é a imagem da empresa e que o público da arte ainda é pequeniníssimo porque as "atrações" são puco atrativas.

Hy Ho!

6 comentários:

Fred Latorre Baccaro disse...

Pelo jeito o Forum não teve nem o seu comentário. Só podia ser criado peo PT. hihihih

Fred Latorre Baccaro disse...

Pelo jeito nem vc comentou o Forum. Só podia ser coisa do PT. hihihihi

Fred Latorre Baccaro disse...

Arrebentou, Grande Burro!

João Pezão disse...

Com relação a economia e cultura:
Eu acho que o dinheiro amplifica e aumenta o campo de ação de quem já faz arte usando recursos de baixo ou nenhum custo.
Mas o dinheiro deve ser um agradecimento e estimulo para quem contribui com a sociedade, para continuar contribuindo.
"Honra a quem tem honra."

Achei a palestra chata e deslocada da abertura do Fórum.
Queria saber se alguém se interessou pe... pe... lo ... que... que... ele... le... dis... se... se...

té... té ... ma... ma... is...

Anônimo disse...

Hello. And Bye.
http://costadelsolmarbella.info/

Anônimo disse...

:)