sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XXXV

Ritual de quinta-feira : 6:50H na Infra.

Novas conversas sobre a integração dos Servidores Municipais! Difícil a parceria entre as duas ex-chapas do Sindicato, porém há maneiras de se fazer o campeonato sem a parceria.

Na sequência, uma conversa muito esclarecedora com a Dirigente Estadual de Ensino de Jacareí.
Das 6 cidades coordenadas por ela, só Jacareí apresentou problemas. A falta de espaço físico para acomodar as crianças deve-se à deficiência da Prefeitura ao planejar o ano letivo de 2009, uma vez que a Escola Lamartine Delamare está desviada de seu fim; ao invés de atender o Ensino Fundamental, conforme a sua inscrição, oferece cursos "profissionalizantes" (A língua francesa capacita o profissional de qual área? Pois é, um dos cursos oferecidos no Lamartine, fora o cursinho pré-vestibular!) a questão não é se francês é legal aprender ou não e se tem valor o pré-vestibular; a questão é: o prédio do Lamartine possui uma destinação própria e que está sendo desvirtuada, até porque, está sendo desvirtuada também a missão da Secretaria Municipal de Educação que, segundo a Constituição Federal precisa priorizar a Educação Infantil e Fundamental.
O Lamartine resolveria todos os problemas? Pelo menos a demanda de 2009, sim! E teria tempo para planejar o ano letivo de 2010.
O maior problema de todos? É que a Prefeitura não sabe conversar com ninguém, de nenhum setor! Há o caso da empresa Masterfood que abriu as portas pro lado de Guararema porque levou chá de cadeira do prefeito Marco Aurélio.Resultado: perda de receita para o nosso município!
Voltando para o caso do Ciclo de 9 anos do Ensino Fundamental. O que é demanda compartilhada? Tanto o Estado quanto o Município serem responsáveis pela Educação Fundamental! O Estado atende as crianças que, com a nova nomenclatura, estão matriculadas no 2° ano, que são as crianças de 7 anos de idade, como sempre atendeu. Cabe à Prefeitura as crianças com 6 anos de idade como sempre coube, porém, ao invés de serem denominadas como Infantil III, agora são denominadas como 1° ano! Simples!
Tudo é uma transição e o Estado de São Paulo se antecipou e em 2010 o Estado absorverá as crianças das quais os Municípios não puderem absorver. Basta que o Município comunique a sua incapacidade de atender. Neste caso a humildade seria a solução de todos os males, porém é a primeira coisa que falta para a nossa Administração Municipal. Talvez com medo de ser questionada sobre o uso dos 25% do Orçamento de uma cidade rica como Jacareí!


Hy Ho!

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DO MATINÊ DO JACINTO 2009

Por Luciana Vieira Augusto Bueno

Quarta feira de cinzas... dia de descanso e de lembrar os bons momentos deste Carnaval...Sábado...sábado mágico, com o Bloco do Geladinho,abrindo a Matinê do Jacinto trazendo alegria ao bairro e moradores que recepcionou como nunca as nossas crianças...sabores mágicos, música maravilhosa, e alegria sem fim...o sol iluminava a todos e a sua satisfação...contagiante...Salve, salve este sábado de carnaval... lindo de se viver!!! "Quem viveu...viveu..."Chegou o domingo... ah, domingo longo e maravilhoso, iniciando com o Bloco do Burro, com a companhia de amigos queridos prestigiando...depois a noite na Maratona do Burro...rsrsrrs, a avenida... Seu début, maravilhoso empurrando e ajudando a comunidade do Jacarezão...escola que retrata bem o que vc é... trabalhador que não foge da luta... e os gritos ovacionando seu trabalho...incentivando sua luta... os leve pelo resto de seus dias...Depois, a deliciosa companhia das crianças, da querida escola Unidos do Álcool... burricos... te homenageando...

Merecida homenagem e escola linda...com um samba maravilhoso..Vc merece...E depois...lindo com uma fantasia mágica, abrilhantando mais sua história...Tudo bonito e delicioso de viver ao seu lado...Chegou a segunda... a chuva veio junto, mas tb a satisfação de dividir a alegria com vc...Terça feira...em grande estilo encerrando brilhantemente seu trabalho... Obrigada por poder estar junto e viver tudo isso...Te amo... amo... amo...Tudo fruto de sua fé em seu povo... e isto é lindo...Vc merece todos os cumprimentos que receber... e os meus tb...parabéns, sorte e LUZ...rsrsr sempre!

Tudo mágico e lindo como só vc poderia proporcionar a nós...Parabéns e que o ano que vem tudo se supere e que o suceeso e alegria de todos continue...Tivemos visitantes nestes dias de Carnaval ilustres, saídos de diversos bairros de Jacareí, e super bem recebidos pelos moradores queridos do Jacinto...Parabéns a vc, e a todos que compartilham o sonho de fazer de nossa Jacareí, uma cidade da folia...Te amo e desejo toda a sorte do mundo aos seus próximos projetos...Parabéns...parabéns..."Depois de um dia de labuta...firme forte, vem...o Burro vemtrazendo seu estandartepro meio do povocom as crianças brincar...""De vós e para vós o mel fabricoE abençôo a colmeia que nos cobrePor ser da minha terra é que sou nobrePor ser da minha gente é que sou rico"

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XXXIV

Contagem regressiva para a Matinê do Jacinto!

A sexta-feira começou com o protesto dos moradores do São Silvestre que não aceitam a decisão do recém-prefeito de fechar o Posto de Saúde aos sábados. Antes das 8H estavam em frente da Prefeitura 3 senhoras segurando uma faixa com as suas palavras de ordem. Elas ainda não tinham tomado café,como eu também não, providenciei um lanche para nós. Demos o apoio e nos comprometemos apoiar até o fim do protesto, que promete ser longo. Eu sei o que é estar na porta da Prefeitura sem ninguém. Por causa do bairro ser um tanto longe, ofereci transporte para o revezamento dos manifestantes. Nosso assessor Zé Maria é morador do São Silvestre e trouxe o Pedroca e mais amigos para engrossar o movimento. O protesto permaneceu o dia todo, silencioso e pacífico.
Uma amiga que possui uma barraca no Ponto da Economia foi afrontada por um fiscal que autuou sem motivos, alegando infrações não cometidas. A arbitrariedade foi tê-la notificado porque o preço das frutas não estava pendurado no cordame, mas estava sobre no tabuleiro. duas horas depois o fiscal confiscou a sua mercadoria e barraca. Ela veio pedir orientação e a questão, ao que parece, será juridicamente. Brincadeira! Pertubar quem trabalha!

Agnaldo Dias, de férias, não aguentou, passou aqui para nos dar um abraço e confirmar a sua presença na Matinê do Jacinto.

Pela tarde, momentos de Burrologia e apoio ao protesto dos moradores do São Silvestre.


Hy Ho!

DIÁRIO DE BORDO XXXIII

Às 6:30H na Infra. Esta metodologia de trabalho está sendo muito gratificante. Lá na Infra recebi elogios por defender o ex-prefeito BSL na questão da instalação do Pedágio em Jacareí. Numa conversa com membros da chapa 2 do Sindicato dos Servidores, defendemos uma fusão de programas com a atual diretoria. Acreditamos na visão ampla da recém-presidente Elza. A primeira idéia que surgiu para realizarmos a aproximação foi a de recuperar um extinto torneio de futebol entre os Servidores com times dos diversos departamentos. O entusiasmo está no ar!
Na volta, à pé, para a Câmara, eu e Joaquim passamos pelo Corpo de Bombeiros para pedir a remoção de um enxame de abelhas na Praça Tancredo Neves. Fomos convidados para conhecer a base e confesso que fiquei emocionado. Pela primeira vez andei pelos corredores do Corpo de Bombeiros e me aproximei dos caminhões. É bom, depois de velho, realizar alguns desejos de infância. Um membro ilustre da nossa Corporação é o Midas, um cão lavrador que atende todas as ocorrências do Vale do Paraíba. A sua especialidade é detectar vítimas soterradas, mas também é exímio nadador e muito valioso no socorro de afogamentos. O tour foi ciceroneado pela gentil Tenente Michele, comandante da Unidade.
Na Padaria Auxiliadora, para um rápido misto quente, atendemos a solicitação de um morador do Jardim das Indústrias, para fazer uma indicação de capina num terreno da Rua São Jerônimo. Também fomos convidados para desfilarmos na Escola Luz do Amanhã.

Mais uma vez sem almoço! Já estou me acostumando!

Pela tarde, filmamos a Rua São Jerônimo, mato pra dedéu!
Fomos à São José buscar as letras dos sambas da Unidos do Álcool e do Jacarezão.


Hy Ho!

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XXXII

Um dia de projeto novo!

Pela manhã, revi a minha amiga Judith Raimundo, diretora da escola Verdinho! Expus para ela o Festival de Teatro Grego, dirigido para os estudantes do Ensino Médio. Ela, animada como sempre, gostou muito e aderiu logo de imediato. Predispôs a Escola como sede da fase final da TRAGÉDIA. A Judith é uma ótima parceira, com vontade de realizar uma cidade melhor.

A caminho do almoço levei a camisa do Bloco do Burro para o Guri da borracharia. Durante a campanha ele aderiu espontaneamente a bandeira do Burro e deu a maior força. Disse que hoje à noite ele vai dar um rolê com a camiseta para curtir com os amigos.

Pela tarde, conversas saborosas com o correligionário Valmir do Meia Lua e depois com o Presidente Diobel e o Assessor Jurídico Vitor.
Fui informado que a capina da Praça Tancredo neves no Jd. Jacinto está sendo feita - uma dor de cabeça a menos.
Meu caro amigo Ceasar passou por aqui para definir o uso do caminhão do Mega Folia. Este demorou para aparecer no gabinete! A camisa do Bloco do burro caiu-lhe muito bem!


Hy Ho!

Legendas de Aluguel

É de se lamentar!

Em nossa Casa, discutir programas de partidos e suas respectivas doutrinas é para os vereadores do prefeito cultivar picuinhas e, o que passou passou, pois com o tempo todos amadurecem com os seus 45 anos de idade.
"Não quero lhe falar, meu grande amor, das coisas que aprendi nos discos...",mas, em tempos de "fidelidade partidária", nos entristece ouvir um vereador afirmar "todo-muito-à-vontade" que pouco importa o que pensa o fundador de seu próprio partido.
A Democracia, salvo engano, é o diálogo entre as instituições e o parlamento é constituído por várias agremiações políticas. Insisto: há programas, doutrina, estatuto, ideologia! O eleitor opta por uma disponível ou outra e também possui liberdade de fundar ou promover um nova agremiação.
A representatividade de qualquer agremiação se faz com adesões. Aí é que está! O cidadão consciente e disposto a particpar das decisões políticas pode aderir a quê? Se o gesto não condiz aos discursos, se a prática não é orientada por pressupostos concebidos coletivamente há uma degeneração de todo processo de construção democrática. Levantamos paredes com tijolos podres, areias de má qualidade e cimento ruim.

...continua...

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XXXI

Pela manhã houve a reunião do grupo dos 7, gostei de ver os vereadores da oposição unidos.
conversei com o Pastor José Roberto sobre o campo do Cepinho. Ele me adiantou várias coisas e seremos parceiros na empreitada.
Joana distribuiu as embalagens de geladinho para os vizinhos do Jardim Jacinto e disse que estão todos animados.

Almocei algumas esfihinhas no Habib´s e tive a companhia do ilustre Borjão da Guarda Municipal, que entrasrá em contato com o Wagner do Snato Antônio e perguntar se a Escola tem interesse de brincar na Matinê do Jacinto.

Pela tarde, aquele zumzumzum dos dias de Sessão Ordinária. Li e rspondi alguns e-mails e mil telefonemas.
Muito agradável foi a presença de Itarmazinho em nosso gabinete. Ele se divertiu bastante com a marcinha do Bloco do Esqueleto.
Pike confirmou a participação de Paulo pntes na gravação do sopro nas marchinhas e Joaquim foi na Assembléia do Sindicato dos Servidores.

Hy Ho!

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XXX

Aniversário do Pike!

Dia de visitas e contatos importantes e há muito esperados.

Nozinho do Cidade Salvador foi o primeiro a passar por aqui.
Joana Ferreira, ex-presidente da SAB Jardim Jacinto, até que enfim veio nos visitar. Atualmente ela atua no Conselho do Idoso. Esta mulher trabalha! Como não poderia deixar de ser, ganhou uma camiseta do Bloco do Burro. A Matinê do Jacinto teve todo apoio durante a sua gestão frente ao bairro. A Matinê é um fruto plantado também por ela.
Grande surpresa, não da recepção- desta vez da telefonista. Alguém sabe quem é o Sr Marcos Carlos? Agora eu sei, é o Choquito do bicicross! Conversamos bastantee vai mais uma vez defender outra cidade por não haver espaço em Jacareí.
Outro minícipe se queixa da falta de limpeza da fonte da Praça Conde Frontin. Outro requer que o ônibus volte a transitar pela Bernardino de Campos. Que o Postinho de Saúde do Jd. Paraíso deveria abrigar as pessoas que esperam antes da 6H da manhã.em doia de chuva os pacientes esperam debaixo de chuva.
Cidadãos que precisam levar crianças para serem consultadas em São Paulo solicitam ônibus em dois horários. Um que saia às 5H e com retorno às 12H e outro que saia às 11H com retorno às 17H. porque as crianças ficam desgastadas por saírem às 5H e só retornarem ás 17H, depois da consulta de todos os pacientes. Creio que esta seja uma boa sugestão e viável.

Pela tarde , ouvimos a gravação das marchinhas do Bloco do Burro e do Esqueleto. Também fomos à São José e acertamos várias coisas para a Campanha "Hospital, primeiro!"
Pike encerrou o dia elaborando um novo clip com a marchinha do Burro!
O nosso empenho é divulgar o Matinê do Jacinto.


Hy Ho!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XXIX

Sexta 13, dia de muita sorte! Tudo correu muito bem!

Dia inteiro de Burrologia!


Hy Ho!

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XVIII

Dia corrido!

Às 6:30 H, encontro com os Servidoresna porta da Infra.
Novos contatos e em especial a angútia de um servidor que quer quitar o seu IPTU atrasado e não consegue. Ele diz que separou 2 mil e tantos para regularizar a sua situação, mas a Prefeitura não faz um acordo viável, não ameniza e não procura resolver. Difícil, mas na maioria das vezes é assim!
Ás 8:30 H, reunião com Freitas no Hotel Fazenda Aldeia do Vale. Eu, Joaquim e Pike conversamos sobre o CONTUR e a problemática do Turismo em Jacareí. Como a problemática é imensa ficamos lá e acabamos almoçando no Hotel. Deliciosa comida acompanhada do excelente ar do Bairro Bom Jesus. A chuvinha nos ajudou a perdemos a noção do tempo. Voltamos ao gabinete às 14 H e pouco.

Fomos à estamparia buscar as camisetas do Bloco do Burro. Estão muito lindas! Tá todo mundo babando nelas! Novamente no gabinete, encontramos Roninha do Jacarezão ( Meia Lua). Zé Maria do São Silvestre apareceu com os documentos para nomearmos como nosso assessor. Ele tá todo animado.
Fomos para São José buscar as revistinhas e conheci o desenhista Bruno Galvão. Ele ficou feliz coms duas camisetas e os adesivos que lhe dei. É muito legal para o artista curtir o seu trabalhos circulando por aí.

Hy Ho!

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XXVII

O dia todo fora praticamente!

Pela manhã, Zé Maria do São Silvestre (ele mesmo, o irmão da Elza!)passou para nos cumprimentar pela Sessão de ontem. Conversamos um pouco e, ao saber que ele está disponível, o convidamos para completar o quadro em nossa equipe! è uma pessoa talentosa, instruída e interessado em política há tempos. Será um grande acréscimo para o nosso gabinete. Consultando a Joana e o Joaquim, tive a felicidade de ver o seu nome aprovado!
Na reunião com as professoras da EMEI Igarapés tudo foimuito bom. Assistimos ao vídeo da atividade disparadora e tecemos vários comentários enriquecedores. Márcia, coordenadora do Posto de Saúde gostou da proposta da Orquestra de Papel e iremos somar forças e trocar figurinhas. Ela é psicóloga e contribuirá bastante para percebermos o alcance do projeto.
Na ida para o almoço passamos na EMEI do Nova Esperança e fotografamos o parquinho sem capina. Na EMEI do Parque Califórnia a mesma situação. Comestários de pais foram anotados: certo que as crianças não brincarão no parquinho sem capina, mas os bichos poderão ir até às salas de aula. Bem, ainda mais que no Califórnia a EMEI fica ao lado de (sobre) uma valeta !

Durante o almoço conversei com Sérgio Kobra e o assunto era a falta de apoio ao esporte em Jacareí. Ofereci-lhe todos os recursos ao meu alcance e estamos certo de inúmeras conversas futuras.

Pela tarde, num rasante pelo gabinete, recebi alguns telefonemas de moradores do Cepinho me agradecendo pelo apoio que eu dei a eles quanto a Diretora de Escola Cidinha. Ela foi transferida e os moradores querem que ela volte. Esta diretora é muito querida pelo trabalho maravilhoso que realizou. O mais notável deles é a Festa de São Gonçalo, valorizando a identidade rural da comunidade.
Às 15h, novamente no Igarapés, reunião com as professoras sobre a Orquestra de Papel.
A minha alegria de hoje é que a praguinha do Bloco do Burro está grudando por todo canto.

Pela noite irei com a i..LU..minada Lu à quadra do Unidos do Álcool.


Hy Ho!

Os 3 Poderes

Um dos grandes avanços da Democracia foi a divisão do Poder Absoluto de uma pessoa em 3 instituições independentes. Não mais as decisões partirão de uma pessoa somente ou de um grupo homogêneo. Embora haja certa promiscuidade (promiscuidade significa falta de distinção das coisas, misturas inadequadas), tal se dá por causa do pouco tempo histórico desta forma de governo. Com o passar do tempo, grupos diversos ocuparão as 3 esferas com o maior acesso à Educação.
A sabotagem em não permitir a qualificação das pessoas por meio dos estudos consiste em cercear a habilitação das pessoas para ocuparem as 3 esferas e, com isso, desmanchar o embrulho que é o Poder Absoluto. Em muitos casos a mesma família ocupa, principalmente em cidades pequenas, a Prefeitura, o Fórum, a Câmara, Delegacia e as Diretorias de escolas...(é o que poeticamente chamamos de provincianismo).
A independência surgirá com a diversidade de entendimentos e de interesses de pessoas devidamente qualificadas e a harmonia, por sua vez, da excelência desta qualificação.
O crescimento político e a maturidade da sociedade se efetivará da consciência de que as leis são de quem legisla e os direitos de quem reclama.
O Legislativo legisla, isto é, cria e desenvolve as leis. Entende-se que eles deverão nascer da vontade popular. Como a vontade popular é heterogênea, a Câmara é constituída de várias pessoas, de várias vozes. Prevalece a vontade da maioria, mas as decisões (quando há o debate) são construídas com as colaborações da minoria em um processo de síntese. Claro que estou falando de teoria. A prática ainda não é desta forma e só o comprometimento com tais idéias fará com que isto se concretize.
Em Jacareí são 13 vereadores para garantirem a expressão de 13 grupos diferentes, porque mesmo sendo do mesmo partido político, sabemos que estes são formados por várias correntes de pensamentos. O equilíbrio dinâmico é resultado das afinidades e de propostas diferentes de futuro, de veredas a serem abertas ou trilhadas. Quando o povo legisla o povo fica satisfeito com suas leis. Quando o povo está insatisfeito, podemos concluir que o povo foi traído por seus representantes. Outro avanço da Democracia é a República, sistema que garante ao povo trocar seus representantes (trocar os mandatários é apenas um dos aspectos da Democracia, mas não se pode resumir a Democracia nisto).
Cabe aos vereadores (Poder Legislativo) pensar e cuidar do futuro da cidade, integrando todas as vozes de modo plural.
Cabe ao juiz e ao promotor (Poder Judiciário) cuidar de toda conquista passada, evitando a opressão derivada da supremacia econômica e social.
Cabe ao prefeito (Poder Executivo), Secretários, Diretores e todo o cabide por em prática o dia a dia da cidade dentro das regras definidas pela sociedade por meio de seus representantes.
Tudo muito simples, porém a dificuldade e até mesmo inviabilidade desta fruição é o conflito de interesses com a consequente da falta de diálogos.

Em Jacareí nada de diferente!
O vereador da base do prefeito afirma que os vereadores não podem julgar o Executivo, outro da base pede harmonia como eufemismo de submissão, outro é herdeiro e mantenedor do fisiologismo e clientelismo, além de usar o partido como simples legenda de aluguel, outro diz não negar a história e ter orgulho do "progresso" que nada mais é do que uma degeneração dos princípios que seduziram um povo com sede de transformações.

Jacareí é um exemplo clássico de provincianismo. Claro está que se o jacareiense quisesse que o grupo político do ex-prefeito Thelmo de Almeida Cruz continuasse no poder votaria no próprio Thelmo na eleição de 2000 e não no candidato PT, Marco Aurélio de Souza. No mais afirmar que o o atual prefeito está apenas 40 dias na gestão da cidade é ridículo.
Sr. Hamilton Mota, homem de confiança de Marco Aurélio de Souza desde sempre, concebeu todos os passos da Administração Municipal dos últimos 8 anos. Sr. Hamilton foi secretário de tudo, um grande "tapa-remendo" de acordo com o perverso Planejamento Eleitoral Estratégico, com a missão de sempre ser os "olhos do dono" !

O Poder Absoluto somente se dissolverá com o aprimoramento da Educação, mas para isto a Educação não deve estar sujeita aos critérios de tais mandatários, cuja única empresa é a tudo desvirtuar para se perpetuarem no poder, haja visto o perfil do atual Secretário de Educação, um nouveau riche que promove seus desmandos apoiados na sua pretensa nobiliarquia acadêmica.


Hy Ho!

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XXVI

Hoje eu e Joaquim fomos na estamparia ver o andamento das camisetas. Tudo vai muito bem. A estamparia é bem estruturada. Seremos parceiros em muitas ocasiões.
Depois fomos ao Sindicato dos Servidores Municipais para fazer as correções na arte final da revistinha do Matinê do Jacinto.

Almoçamos juntos, eu,Joaquim e Dudu.

Pela tarde à 14h entrevista com Carlos Sena na Rádio Mensagem no programa "Quem é Você?" que será transmitido domingo às 11H.
Cortei o cabelo com o Sandrão e passei no Sebo Didático para adquirir alguns livros sobre urbanismo. Lá, os donos, Suzana e Franklin, ofereceram colaborar com o nosso projeto de incentivo à leitura Livroteca Saci.


Hy Ho!

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XXV

O dia começou no bairro Igarapés. Fiz uma reunião com as profesoras da EMEI para apresentar a Orquestra de Papel. A receptividade me entusiasmou. Elas já ouviram falar sobre a Orquestra e abraçaram a idéia. Ficaram contentes pela exclusividade do Igarapés com o projeto este ano.
No ponto de ônibus fotografei o asfalto todo estrupiado com o peso do próprio ônibus. O asfalto de lá, embora novo, é muito ruim. O comentário dos moradores não eram nada animadores.

O almoço foi algumas esfirrinhas do Habib's. O João estava comigo. Comemos falando sobre a Orquestra.

Pela tarde, Paulo do Paulistano nos visitou. Comentou sobre a minha fala na Tribuna, gostou de eu ter citado Karl Marx a respeito da crise econômica que nos prejudica. Ele estava preocupado com o caso do andante e seus dois cahorros que morderam um senhor. Paulo teme que uma criança seja a próxima vítima. Começamos a pensar em uma campanha educativa.
Joaquim deu sequência na arte da revistinha do Matinê do Jacinto. Xingu e Rosado passram por aqui e incluímos o samba do Bloco Cachorro Doido. Eles farão um dragão de 20 metros de comprimento. Foi muito divertido conversar com eles. São do São João e das antigas.
Iniciamos a discussão sobre a campanha Hospital Primeiro. Vamos modificar radicalmente nossa maneira de trabalhar. Para o 3 de abril falta apenas 1 mês.


Hy Ho!

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XXIV

No trajeto de casa ao ponto de ônibus fotografei quase dez biuracos na Virgílio Carderelli.

São Silvestre às 8H! Eu estava lá apoiando a comunidade para que a Prefeitura não feche o Postinho de Saúde. eles estão revoltados e com razão. Ao lançar um médico como vice, o atual prefeito convenceu a população de que a Saúde seria a prioridade de sua administração. Pelo visto, creio que não. O vice abriu o ano processando a Prefeitura para receber os seus direitos trabalhistas, até fez uma declaração de pobreza. Se quem tem um patrimônio de R$ 490 mil é pobre, quem recebe salário mínimo é mesmo miserável. Depois o vice abandona a pasta da Saúde e indica uma pessoa sem referências para assumi-la. Agora o prefeito interrompe os atendimentos aos sábados no São Silvestre. Os moradores fizeram um festa por eu estar com eles. Revi o nosso amigp de chapa Pedroca e falamos sobre o Democratas e coisa e tal.
Às 10H, a bancada do Democratas se reune com Amagai Sam e colocamos a nossa agenda em dia.
Maristela Prilips chega ao gabinete desanimada c0om o pregão. Por um centavo venceu a empresa que oferece o menos adequado monitor de glicemia, cujo problema é precisar de muito sangue para se fazer o exame. Outra queixa é de que a Prefeitura sempre lhe nega a informação de quantos diabéticos há no município. A importância deste dado é compreender como é feita a compra das fitinhas sem saber a quantidade de usuários! Impressionante! O primeiro passo de uma atitude fiscalizadora é a informação. Então, com esta prerrogativa, eu fiz um pedido de informação. Maristela agradeceu a iniciativa e as cópias dos panfletos para divulgar a Associação de Diabéticos que fizemos.
Jean Peter, Presidente do Jardim Jacinto, durante o seu horário de almoço, nos faz a sua primeira visita. Passei-lhe as fotos do Matinê e falamops dos seus inúmeros protocolos de pedidos de melhorias para o nosso bairro.

À hora do almoço, novamente sem almoço! Quem diz que político não trabalha ?

Pela tarde, no pulinho para um pastel no mercadão, comprei as embalagens para os geladinhos.
Joaquim rodou as tirinhas com as marchinhas e Pike fez o vídeo para o youtube.
http://www.youtube.com/watch?v=tM1kvWrMekw
Estudei sobre Roberto Freire, não o psicanalista, que admiro tanto, mas o também admirável fundador do PPS. Queria documentar o que ele pensa e diz sobre o PT e o presidente Lula. O motivo é que está no ar um debate na nossa Tribuna sobre coerências partidárias.
João Baptista veio desenvolver as idéias sobre a Orquestra de Papel e durante a nossa conversa recebe uma ligação de sua mãe abalada com o asslato que tinha acabado de acontecer com ela. Ele foi imediatamente atendê-la.
Pesquisa sobre a pedágio na Dutra e a cabine avançada.
Apresentei a tirinha do Matinê para os vereadores Itamar e Arouca e eles se animaram com o Carnaval.


Hy Ho!

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XXIII

Hoje o expediente começou às 6:30 da matina com um encontro com os Servidores Municipais na porta da Infra.
O assunto era sobre os motoristas que questionam a prática instituída pela Administração anterior e continuada pela atual de permitir que os FGs dirijam os carros oficiais. O ponto de vista dos motoristas é o da desvalorização de sua função. Os FGs (Funções Gratificadas) não são devidamente treinados para dirigir: falta habilidade específica ao tratar os passageiros e preparo e experiência para suportar o stress do trânsito em uma jornada de 8 horas, principalmente em Jacareí em que o tráfego é dos piores. Combinamos uma displina de trabalho em que serão realizados encontros todas quintas-feiras às 6:30H.
Eu e Joaquim voltamos da Infra à pé e fotografamos a condição deficitária da ciclovia em frente à Gates. Não há calçadas e os pedestres andam pela ciclovia, que é asfaltada. Também registramos um buraco grande no início ( ou fim? na esquina da Siqueira Campos) da Conselheiro Antônio Prado. Além do buraco é notório a rua toda craquelada por não suportar o peso dos veículos. Terminamos o nosso safári fotográfico na Bernardino ao documentar a falta de árvores em uma rua com tanta emissão de carbono. Totalmente desconfortável trabalhar ali. As árvores purificam o ar, trocando gás carbônico por oxigênio (isto eu aprendi na 4° série do primário), refresca o ambiente com a criação de micros-climas e amortece o ruído. portanto quem trabalha no comércio local está oprimido pelo calor, pela barulheira e pelo ar insalubre.
Na Câmara, após ler o Diário de Jacareí ( jornal que sai dia sim, dia não). Vamos criar um novo nome para este boletim informativo? Algo mais moderno como talvez, Intermitente News? Bom, transmiti a minha solidariedade com o vereador e presidente da Casa, Diobel, porque foi incrivelmente equivocada a "opinião" do jornal a respeito da iniciativa do presidente disponibilizar mais recursos para os vereadores fazerem os seus trabalhos. O aumento das cotas de gasolina, telefone, cópias e selos é necessário para melhor atender a população. Não é desperdício nem incoerência em tempos de crise. O uso racional depende da consciência de cada parlamentar.

Durante almoço, novamente no Tempero Manero, conversa sobre o Cineclube Jacareí com o gente-fina Milton, da Farmácia Econômica.

Pela tarde conversa da bancada dos Democratas sobre as impressões da Sessão anterior e futuro do nosso Partido na cidade.
Telefonemas de munícipes pedindo capinas no Bandeira Branca II.
Pike agenda a gravação das marchinhas e Joana e Joaquim encomendam as camisetas dos blocos.
O dia acabou com a apreciação dos vídeos da Sessão desta terça e com a pesquisa sobre a expulsão da Heloísa Helena e de outros radicais do PT em 2003.


Hy Ho!

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XXII

Hoje foi o dead line do Carnaval.

Definimos 90% das coisas, os outros 10% serão como Deus quiser, e são estes que farão
toda diferença!

Franco, o motorista acertou as pendências do carro e falou mal do Palmeiras.
Agnaldo, da recepção, deu um rasnte para nos consultar sobre um lugar ideal para realizar o show com músicas de Chico Buarque. Imaginei o auditório do CENE e o Piazza Hotel. Não são lugares adequados para este tipo de evento, mas pode ser o início de algo novo na cidade.
João Leonardo, do Jacinto, pede que a Prefeitura complete a guia na rua Café Filho.
O auge da manhã foi a visita de Dona Dulce Mercadante. Queria me conhecer! Sincera, disse-me que não votou em mim, mas adorou a minha vitória e me considerou muito inteligente.
Paulo, Paulistano, por telefone nos traz a questão sobre os animais de abandonados e o perigo de eles ferirem alguém, principalmente as crianças. Há, próximo de seu comércio, um senhor morador de rua e um tanto demente que possui dois cachorros. Um desses mordeu um transeunte, que foi socorrido pelo bombeiro. Paulo ligou para a zoonose e teve como resposta que a Prefeitura não recolhe os animais por não existir espaço no canil. Elaboraremos uma campanha.

No almoço com Pike no Tempero Manero, trocas de impressões sobre a Sessão de ontem.

Pela tarde fomos ao barracão da Escola de Samba LUZ DO AMANHÃ fazer a entrevista com Mário Anselmo para TV Câmara. Mário foi a minha primeira indicação para o programa Gente em Destaque. Lá encontrei a fantástica Odila com toda equipe descolorindo penas e costurando os adereços. Foi outra festa !
De volta ao gabinete, encaminhei a indicação de Rosana Midori - Secretária Geral da Cruz Vermelha de Jacareí para o título de Mulher Cidadã de 2009.
Apressamos tudo quanto fosse necessário ao Matinê do Jacinto!

Pela noite faremos as oficinas na casa da Joana!

Hy Ho!

Êta, cidade boa pra burro!

Estou sim, falando da nossa querida Jacareí !

Não digo: infelizmente. Porque já adotei o bichinho forte, dócil e ,às vezes, teimoso como minha clássica forma de expressão. Identificar a imagem que fazem de você pode, no mínimo, ajudá-lo a não adoecer.
O assunto do momento é a crise com a sua face mais cruel: desemprego e fome. Não seria algo tão deseperador se os que leram Karl Marx (se é que leram!) tivessem considerado a substituição do trabalho manual pela máquina. Segundo o economista, era inevitável a perda de postos de trabalho. O que surpreende (aliás, não surpreende mais) é o não planejamento, por parte dos que pregaram a Revolução, para a realidade futura. Primeiro quanto ao treinamento para novas necessidades produtivas e depois quanto às redes de solidariedade para atender as perdas bruscas. No que se refere à Jacareí, a fábrica Inox está, com o pretexto da crise ou realmente por causa dela, há 2 meses sem pagar os salários de seus funcionários. O lamentável disto tudo é condição constrangedora dos trabalhadores que clamam por cestas básicas até acertarem as suas situações. O pior é que não perderam apenas um emprego, dificilmente encontrarão outro. Seria os empresários os únicos responsáveis ? Ainda vamos ficar na lenga-lenga dos patrões contra os empregados?
Mas o que tem Jacareí com isto? A crise está em todo lugar! Dizem e continuarão dizendo os governistas. A culpa é dos Estados Unidos, da política neoliberal e ,agora, até do Obama!
Eu, por minha vez, digo que em Jacareí deveria ser diferente. Fomos governados por um Partido que se diz dos trabalhadores, que citava Karl Marx em todas as suas cartilhinhas, que se dizia socialista e que falava mal, mas muito mal do Maluf. Convenceram-nos que eram diferentes do Maluf e, hoje, não temos como negar. A diferença é que (longe de mim defender o figura!), pelo menos, o Maluf terminava as obras. O que temos em nossa cidade é um grupo que trocou o projeto de governo por um projeto perverso de permanência no poder, fazendo obras medíocres e abandonadas depois da eleição. O que eles deveriam fazer? Simples! Compreender o novo cenário e conduzir a cidade para novas vocações econômicas, assim, evitando o grande volume de desemprego.
Como burro que sou, não me desespero! Fome eu não vou passar! Em todo canto da cidade o que se vê é mato e a maioria das indicações dos vereadores pedem capina.

Outro tema que motiva a disputa entre os veradores: o ranking das indicações. Aí, podem ser oposição ou situação, para ficarem bem na fita acreditam que precisam ganhar esta corrida. Caso haja o atendimento todos querem ser o "pai da criança". Há algo de esportivo nisto...ou, como diz o pensador Marcuse, a nossa unidimensionalidade industrial. Precisamos produzir de modo fabril !
Novamente o meu entendimento das coisas. Embora o vereador possa fazer as indicações, bom seria se as fizesse a título de colaboração. O intenso contato com os cidadãos pode privilegiar o vereador com idéias inovadoras e necessidades não percebidas pelo Executivo. Porém se há um excesso de indicações, chego à conclusão de que o Executivo não trabalha. Porque se os Secretários e Diretores planejassem os seus trabalhos...
Outro mal que percebo é a exclusividade em atender os governistas ou priorizá-los. É evidente a chantagem! Deste modo, o Prefeito garante maioria na Câmara e, a partir daí, faz o que bem entender com o município. O vereador que se preza não é mendigo para ficar pedindo coisas para o prefeito. E nada do que o prefeito atenda são dádivas ou benesses, são, salvo engano, atribuições do administrador municipal.


Hy Ho

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Curriculum Oficial

Vereador Dario Burro


Jacareiense, 34 anos e morador do Jardim Jacinto, região do São João, desde que nasceu.
Participa do movimento artístico de Jacareí desde os 8 anos de idade. Sua primeira atuação foi em 1984 no grupo de teatro MOTAJA (Movimento de Teatro Amador Jacareiense) com a peça Um Momento para Elis Regina, estudou violão erudito no Conservatório Musical de Jacareí – FAÇARTE com o Professor Mauro Cabral e continuou os seus estudos na Escola Municipal de Música de São Paulo aprendendo viola sinfônica.

Como fotógrafo foi premiado com o 3° lugar no Mapa Cultural Paulista na edição 2001-2002.

Com o poema Caaba Fitness entra no catálogo do Mapa Cultural Paulista de 2005-2006 e com a crônica Indolor, Inodoro e Insípido representa o Vale do Paraíba na final do Mapa de 2007-2008.

Estudou Letras na Universidade Braz Cubas em Mogi das Cruzes. Por ser dotado de idéias próprias sobre Educação foi reprovado 3 vezes da disciplina Didática. Com o curso incompleto, adquiriu o epíteto de professor ao eventuar pelas escolas estaduais. Em seu Trabalho de Conclusão de Curso defendeu a tese de que o lugar menos adequado para se falar em Literatura é no ambiente escolar, tal como se encontra atualmente, e que a maioria das estratégias de promoção da leitura são ineficientes. Possui também extensão em Literatura e Psicanálise pela PUC - São Paulo.

Foi Conselheiro da Fundação Cultural de Jacarehy “José Maria de Abreu” por 5 vezes e sempre atuou preocupado com a vocação de Jacareí e seus valores artísticos e culturais.
Como carnavalesco trabalhou na recuperação dos blocos de embalo e das marchinhas, primeiramente com o Bloco do Cupim em 1998 e, segundamente, promovendo o Matinê do Jacinto para as crianças desde 2005.

Foi Presidente da SAB Jardim Jacinto no biênio julho 2006-julho 2008. Neste período iniciou vários projetos culturais no bairro, tais como: Corrida de Peruzinho , Olimpíada das Crianças, Concurso de Grito do Ipiranga, Troféu Bucha, Presépio Vivo, Fiesta de los Muertos, o informativo Dedinho de Prosa, Livroteca Saci, Música por Quilo, Sexta Básica e ampliação do Matinê do Jacinto para 4 dias.

Ao fazer o protesto contra a ligação da Avenida São João com a Rua Otaviano Câmara, que prejudicará os moradores do Jardim Independência e no Jardim Jacinto e porque a Prefeitura demoliu a Capelinha do Cruzeirinho, ficou conhecido como Burro.

Fez a sua campanha eleitoral com irreverência e baixo custo, usando a famosa cabeça de Burro (confeccionada com canudinhos de jornal) e batendo duas garrafas pet. Foi eleito pelo Democratas com 1.881 votos e o seu compromisso é com a geração de empregos a partir do turismo de eventos, estimulando a criatividade e o pequeno comércio, além da rotina fiscalizadora. Seu lema, parodiando Voltaire, é: Servir e fazer servir.


Hy Ho!

DIÁRIO DE BORDO XXI

O nosso amigo servidor trouxe mais 53 canudinhos na primeira hora do expediente.
Rivelino, também logo cedo veio nos dar um abraço e ficou feliz em ver o Rio Paraíba como fundo de tele em nosso computador.
Franco diz com alegria que foi rebaixado de motorista para carroceiro ao fazer algumas corridas para o nosso gabinete.
Joaquim Molotov procurou contactar os músicos da Corporação para gravar os metais.
Uma Senhora, Maria José, solicita orientação jurídica sobre herança e a encaminhamos para os nossos advogados.
Meu irmão Daniel apareceu para me dar um abraço e falar da crise.
Só hoje consegui escrever o meu currículo, solicitado pela Comunicação da Câmara há duas semanas. Sempre para depois, sempre para depois e... dead line! Aprendi este termo com os nossos jornalistas.

Pela tarde recebemos a visita de Dito da Escola Agrícola e falou de tudo! Foi bom, ele é um grande amigo e lembrou que durante a campanha as pessoas se surpreendiam por sermos candidatos de partidos diferentes e nos cumprimentarmos com entusiasmo e respeito pelas ruas.
Sr. Jorge Cespedes pergunta sobre uma lei federal de emissão gratuita ou com desconto para idosos.
Vinícius (filho do Iberê) veio saber mais detalhes sobre o Proteu, programa de transporte da Prefeitura para universitários. Um amigo dele passou em Psicologia na OUC pelo Pro-Uni, mas não tem recursos para as passagens. Vinícius ainda me cumprimente pela vitória e comente sobre a força do per5sonagem BURRO e da possibilidade de eu ser candidato a Deputado Estadual. Agradeci o seu entusiasmo e respondi=lhe: uma carroça de cada vez!
Acabamos o dia fazendo o roteiro dos assuntos para o uso da Tribuna.

Hy Ho!

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XX

O segundo mês começou com uma reclamação dos moradores do Bandeira Branca II. Eles pdem a remoção de um ponto de ônibus. O proprietário quer fazer uma garagem e o recém- colocado ponto está dificultando os seus planos. A discussão parte da incoerência da Prefeitura que não conversa com os moradores. Melhor seria se o ponto estive em outra rua que também beneficiasse os moradores do bairro Bom Jesus. Outra queixa reflete sobre o ponto ao lado do Posto de Saúde, este por sua vez não tem abrigo e vários usuários debilitados pelas dores e mal- estar são obrigados a esperar os ônibus debaixo de chuva ao sol escaldante.
Surpresa da recepção, o anunciado Sr. Ademir era o Cabelo. Veio acompanhado de um amigo e pediu ajuda para tirar fotos para arrumar os documentos. Sem podê-lo ajudar de imediato o encaminhamos ao SASC (Secretaria de Assistência Social e Cidadania).
José Geraldo Barroso ou somente Geraldo passou para tomar um café. Na mesma ventania apareceu Sr. Jorge Boliviano, João do Ovo, Sr. Francisco Beljak, Mário Anselmo e Rita Moreira, esta, acompanhada do filhote Gabriel de 8 anos.
Meu irmão David trouxe como resposta a disposição dos Servidores da Oca para formarmos um grupo de trabalho. Marcamos uma reunião às 6H na quinta-feira.
O servidor de ontem trouxe mais 120 canudinhos, o que significa mais 10 cabeças de Burro para o carnaval. Em troca ganhou mais uma camiseta do bloco - um pedido da esposa.
Sem almoço, varei pela tarde.

Quem disser que político não trabalha é porque não conhece a nossa rotina!
Às 14H tive uma reunião muito produtiva com o Capitão Alvim da PM. Falamos sobre o CONSEG e de como podemos colaborar. De imediato, incluímos as dicas de segurança na revistinha do Matinê do Jacinto. Ele saiu animado de nosso gabinete. A intenção inicial da reunião era a de oferecer a atenção da Base para todas as ocorrências e se deparaou com um projeto de grande alcance e com o comprometimento do vereador.
Fechamos 500 adesivos para o Bloco do Burro e desenvolvemos o boneco da revistinha.
Conversei por telefone com Rosana Midori e ela ficou muito feliz quando a comuniquei do fato de eu tê-la indicado para receber o diploma Mulher Cidadã. A razão de escolhê-la deve-se pelo seu comprometimento com a Cruz Vermelha de Jacareí.
Pike marcou uma reunião com os músicos que gravarão as marchinhas e tudo está caminhando muito bem.

Hy Ho!