quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XIV

Li o jornal de ontem e passei os olhos no de hoje!

Logo pelas 8H em ponto, Agnaldo Dias descarrega em nosso computador um pendrive cheio de músicas de Alvarenga e Ranchinho. Foi um presente maravilhoso! Admiramos a dupla cada vez mais.
Joaquim fica o dia fora com o desenhista para adiantar as artes dos Blocos da Canoa, Esqueleto e do Burro.
Rivelino chegou com o alto astral e palavras de justiça de sempre. Cuidará da gravação da marchinha do Bloco da Canoa e de quebra declamou algumas poesias ecológicas de sua autoria.
Procurei o vereador Itamar Alves para decidirmos a participação dos membros da Comissão de Educação, Cultura, Saúde e Assistência Social. Na necessidade de rever a proporcionalidade das comissões, abri mão da minha titularidade na Comissão de Meio Ambiente para o PPS.
Vimos os discursos da Sessão do dia 20 e tecemos comentários.
Roninha do Parque Meia Lua, Presidente da Escola de Samba do Jacarezão traz o seu mestre de bateria mirim e mais um ritmista mirim e cantam o enredo deste ano para mim e para a Joana. Vibramos com a história dos Mamonas Assassinas. Não foi embora sem antes nos convidar para desfilarmos na Escola. Aceitamos e eles ficaram muito felizes.
Não saí para o almoço. Meu irmão David nos deu um abraço e falamos sobre Ivanhoé.
Fugi para comer um pastel no Mercadão.

Às 15H, Sr Francisco nos trouxe alguns documentos solicitados pelo jurídico da Câmara para resolvermos o seu caso.
Toninho do Delta do Parnaíba veio saber a resposta se eu compraria o seu carro.
Depois da Lu, a Dona Burra, esperar por mais de 1/2 H, conseguimos siar conforme combinado para acertamos as coisas da viagem para Batatais.

Amanhã iremos para Batatais apreciar as 14 estações da Via Sacra pintadas por Portinari que ficam na Catedral de Bom Jesus da Cana Verde.

Inté segunda!

Hy Ho!

Nenhum comentário: