quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

DIÁRIO DE BORDO XVII

Hoje consegui provar um pouco do café com leite da Maria Amélia, nossa copeira. Toda vez eu chego adiantado e o café não está pronto, ficou para voltar depois e depois já acabou.

Fico contente porque os assuntos do Jardim paulistano estão caminhando. O meu pedido de informação sobre o número de veículos nas Avenida São João foi aprovado em plenário. O vereador Diobel fez o pedido sobre a área destinada ao Corpo de Bombeiros no São João.

Da Sessão de ontem ainda se ouvem os ecos: o vereador Arouca levanta a questão sobre o pedágio e pediu para que acabassem com a cobrança da guarita avançada para os moradores de Jacareí. Os vereadores Itamar e José Antero fizeram coro ao criticarem a incapacidade do prefeito em aproveitar dos convênios do governo federal. Valmir do Meia Lua falou das ruas sem asfalto em seu bairro. Eu falei das ruas maltratadas pelo trânsito no Jardim Jacinto.

Levei a carta com o voto de pesar para Alessandra, viúva do guarda municipal Horley.
Às 11H realizamos uma reunião entre os vereadores do Democratas eo presidente Amagai Sam. Na pauta constava as contribuições partidárias e um possível projeto político "vitorioso" para 2012.

Pela tarde os coordenadores do Cursinho e Educação e Atitude vieram falar sobre a necessidade de uma sala para continuar um projeto de 4 anos com bons resultados.
Foram confirmados os músicos que gravarão as marchinhas do Matinê do Jacinto.
O amigo Ítalo passou junto com a Dona Regina, sua mãe, para nos dar um abraço.
O amigo Renato Isique trouxe o seu currículo para indicá-lo para alguma oportunidade.
Confirmou-se a minha indicação para que o carnavalesco Mário Anselmo seja entrevistado pela TV Câmara no programa Gente em Destaque.


Hy Ho!

Nenhum comentário: